ARQUIVO M. LIMA

REPORTAGENS DOS CONVÍVIOS

 

 

Convívio

1º Convívio do “M.A.” e do “Mistério… Policiário”

 

Data

25 de Outubro de 1975

 

Publicação

Mundo de Aventuras, nº 113

20 de Novembro de 1975

 

 

 

1º Convívio do “M.A.” e do “Mistério… Policiário”

[25 de Outubro de 1975]

 

Partindo de uma «sugestão lançada» ao Tony Cooper, de Santarém (como antes outras tinham sido lançadas a outros…), para um almoço e convívio na linda capital do meu Ribatejo, recordando os meus bons velhos tempos de estudante, algo cábula… no velhinho Sá da Bandeira – ali nos deslocamos no passado dia 25 de Outubro.

Foi um dia em cheio…

De Lisboa, e no carro do «Dr. Aranha», de Cascais, lá fomos, eu e o Magalhães, e ainda, por os ter convidado e terem aderido com entusiasmo ao «1.º Convívio» - o «Big-Ben», da Amadora, e o Pais Pinto, de Vialonga. Óptimos camaradas!

Em Santarém, à entrada do «velho», hoje transformado e «novo» Campo de Sá da Bandeira, esperava-nos um outro «veterano», também por mim convidado e aderente desde a primeira hora, o Vítor Hugo, da Marinha Grande. Só não estando presente, por motivos de serviço, o «Jomara», das Caldas da Rainha, que também em Santarém estudou na «sui generis» Escola Agrícola… Não foi, mas fez-se representar por uma garrafa do delicioso «Licor Beirão», da lavra do seu sogro, que todos bebemos em sua lembrança, em Almeirim… Eu conto:

A deslocação deste «1.º Convívio» foi uma viagem de extraordinária amizade e camaradagem, tendo o Tony Cooper, como anfitrião, feito as honras da casa… A cada um dos presentes ao almoço, entregou uma lembrança do meu Ribatejo – num cordão de seda vermelho e verde, uma reunião de símbolos ribatejanos onde não faltaram o toiro negro como azeviche, o barrete verde, o estoque, as «fitas», o chocalho e o indispensável corno…

O almoço decorreu num pequeno mas castiço restaurante da Estrada de S. Domingos, o «Retiro do Operário» onde o Tony nos levou e onde, caso curioso, sem troca de impressões, todos nós escolhemos na ementa os «bifes de cabrito»… Abrimos, entretanto, com as indispensáveis azeitonas, o pão de milho, a sardinha assada com os pimentos e as saladas, bem acompanhadas com um branco e um tinto de estalo… Era mesmo o Ribatejo!

Falou-se, comeu-se, bebeu-se, tiraram-se umas fotografias e… porque se tivesse falado em Almeirim – e os familiares do Vítor Hugo para aí tivessem ido –, também nós lá demos um salto para o café, um bom bagaço e a lembrança do «Jomara»

Entretanto, lembrei o «velho» Constantino, de Almeirim, e perguntei por ele… Logo o nosso novo amigo sr. Arnaldo Casimiro de Azevedo Sá e Seixas, familiar do Vítor Hugo, e que é, pasmem!, assinante desde o N.º 1 do «MUNDO DE AVENTURAS»!, residente em Almeirim, se prontificou a ir «caçá-lo»… porque, apesar de funcionário superior da Dir. Ger. Cont. e Impostos, ali vai quase todos os fins-de-semana.

E foi aquele longo abraço, longo e forte e saudoso com outro «mergulho no passado»… Com o «veterano» Constantino, que de recordações… Que mundos… Por onde andarão os dessa época?

Não levando nenhum de nós ainda programa, nem pontos assentes para discussão, acordamos, entretanto, por unanimidade, o seguinte:

a) Manter o «Convívio» mensal, a realizar sempre entre os dias 20 e 30, de preferência a um sábado.

b) Marcar desde já o «2.º Convívio» para o dia 22 de Novembro, a realizar nas Caldas da Rainha.

c) Comemorar o Aniversário da página «MISTÉRIO… POLICIÁRIO» com uma grande Reunião Magna Anual, sempre no mês de Março, em data o mais aproximada ao dia 13, quando saiu a 1.ª página. Reunião aberta a todos os amigos e simpatizantes, mas dedicada aos concorrentes, prevendo-se distribuição de prémios.

d) Marcar desde já essa 1.ª Reunião Magna para a cidade de Coimbra, proporcionando assim uma grande oportunidade para que todos os leitores, concorrentes, amigos e simpatizantes, possam estar presentes nesse grande convívio, a «meio»

e) Intensificar a esquematização das ideias gerais para fundar o «CLUBE M.A.».

E regressamos, cerca das 21 horas, satisfeitos, bem dispostos, após este «1.º Convívio», a pensar nas novas amizades, nas ideias trocadas… e na próxima reunião!

Quem se apresenta para ir? Escrevam! Venham mais ideias e sugestões… Bem… A despesa… Olhem, nós gastamos, cada um, perto de 150 escudos!!!

 

 

No mirante natural que são as Portas do Sol, em Santarém, temos, antes do almoço, da esquerda para a direita [correção do CLUBE DE DETECTIVES: da direita para a esquerda], o Vítor Hugo, o Dr. Aranha, o Tony Cooper, o Big-Ben, o Pais Pinto e o coordenador do «M. A.», Jorge Magalhães

 

Num café de Almeirim, temos da esquerda para a direita, no 1.º plano o Vítor Hugo; no 2.º plano, ambos de óculos, o Dr. Aranha e, talvez o mais antigo assinante do «M. A.», desde o N.º 1, o sr. Arnaldo Casimiro de Azevedo Sá e Seixas, de Almeirim; no 3.º plano, o Pais Pinto, o Big-Ben, o nosso coordenador, Jorge Magalhães e o anfitrião do «Convívio», Tony Cooper

 

A «velha guarda», reunida em Almeirim… Dr. Aranha e Constantino. Vendo-se ainda, à esquerda, a mão, braços cruzados e a gravata do Vítor Hugo… Ao fundo, à direita, sobre a mesa, a «representação» do Jomara

© DANIEL FALCÃO