Autor

Inspetor Fidalgo

 

Data

9 de Junho de 2020

 

Secção

Policiário [23]

 

Competição

Torneio Sábado Policiário 2020

Prova nº 5 – Parte II

 

Publicação

Sábado [841]

 

 

INSPECTOR FIDALGO NO “BAR DOS 500”

Inspetor Fidalgo

 

Há muito tempo que o Frederico decidira abrir o seu negócio, mas sempre acontecia alguma coisa que entravava o processo. Ou faltava o financiamento, ou não conseguia encontrar as instalações perfeitas, ou a burocracia acabava por impor a sua ditadura…

Ex-recluso, tornou-se amigo do Inspetor Fidalgo quando este verificou que o Frederico queria mesmo mudar de vida e trabalhava para isso.

Quando finalmente tudo se coordenou e chegou o momento ideal, o Inspetor foi um dos convidados para a inauguração do bar. Um bar é sempre um local de convívio, de encontro e quando havia grandes acontecimentos desportivos, um Campeonato do Mundo de Futebol ou uns Jogos Olímpicos, com um bom ecrã panorâmico, a casa enchia, o consumo aumentava e os cofres ficavam mais anafados.

Todos esses fatores tiveram influência na decisão e a perspetiva de um bom comportamento da representação portuguesa, como todos esperavam, acabou por dar o empurrão definitivo.

A inauguração ocorreu às 00.00 horas do dia 1, como convinha a quem começava uma nova obra, com uma festa que contou com a presença de muitos amigos, algumas figuras públicas e foi notícia nos jornais vocacionados para o turismo e a noite.

Os peritos financeiros disseram-lhe várias vezes que o seu negócio só poderia andar em frente se faturasse um mínimo de 500 euros por dia, sem folgas nem feriados e foi nessa meta que se empenhou.

Os dias correram céleres, porque numa atividade em que se dá tudo, não se sente o tempo passar e foi com emoção e ansiedade que viu o seu contabilista fazer o balanço dos primeiros três meses e declarar, depois de uma imensidão de contas:

– Caro Frederico, faturou exatamente 45.321,50 euros!

Nessa madrugada, havia mais sorrisos do que habitualmente. A meta estabelecida para os primeiros três meses de actividade foi superada, embora muito à justa, mas as perspetives eram cada vez melhores, porque o arranque é sempre a fase mais complicada de qualquer empreendimento e a quase certa conquista de medalhas ainda poderia dar uma ajuda suplementar, trazendo mais clientes.

Do que se passou depois, muitas histórias se contam, mas a verdade é que o Bar dos 500, como se designa, continua no mesmo local, cada vez com mais fulgor.

- Como o tempo passa! – espanta-se Fidalgo – Parece que foi ontem!

E no entanto, na porta, um grande letreiro anunciava já a festa do 10º aniversário, precisamente no dia 1 de

 

A – Janeiro

B – Fevereiro

C – Abril

D – Setembro

 

SOLUÇÃO

© DANIEL FALCÃO