Orientador

Inspetor Fidalgo

 

Datas

Desde 9 de Janeiro de 2020

 

Publicação

Sábado

 

 

 

POLICIÁRIO

 

BEM-VINDOS, DETETIVES!

 

CARÍSSIMOS DETETIVES  

O Policiário regressa aos grandes palcos, o mesmo é dizer, depois de mais de um quarto de século nas páginas dominicais do Público, aqui está novamente a desafiar as células cinzentas na SÁBADO.

A partir da próxima semana, há crimes e mistérios para serem desvendados por todos leitores, em acesa e saudável competição, bem como muitos temas de características policiais, para ocupar os tempos livres de forma inteligente.

"Policiário” é palavra que não existe no dicionário, mas foi sempre usada por Fernando Pessoa, cuja pátria era a Língua Portuguesa, na correspondência que trocou com o seu amigo Adolfo Casais Monteiro, ao referir que estava a trabalhar numa novela policiária, supostamente O Roubo na Quinta das Vinhas. Esta carta, de 13 de fevereiro de 1935, foi o ponto de partida para a designação do nosso passatempo, por intervenção do nosso grande cultor e divulgador Sete de Espadas, que logo a partir dos anos 40 iniciou múltiplas secções em jornais e revistas, dando início a uma corrente que jamais se extinguiu.

O Policiário baseia-se na realidade e todos os casos apresentados, embora ficcionados, têm de ser absolutamente verosímeis e desvendados como se de investigações reais se tratasse.

Os casos são apresentados sob a forma de problemas, contos policiais onde tem de haver um crime ou um mistério para desvendar, cuja narração é interrompida pelo autor no momento em que todos os elementos para a resolução forem fornecidos aos leitores/detetives, sendo então solicitada a sua intervenção para concluir a investigação.

Quem já leu romances policiais, sabe como todos os autores desenvolvem a ação, apresentando as personagens, descrevendo as cenas, dando indícios e provas que conduzirão à descoberta final dos casos, a cargo de um inspetor ou detetive, que aparece sempre como herói quase mágico, que vê e interpreta o que mais ninguém consegue.

Pois no Policiário também é assim! Cada leitor pode elaborar desafios verosímeis e verificáveis, para propor aos restantes leitores, que serão analisados pelo coordenador da secção e que poderão ver a luz do dia, o mesmo é dizer, serem publicados, inseridos nas competições que levaremos a cabo.

Na eventualidade de uma produção ter "pernas para andar", mas enfermar de erros ou imprecisões, ou o enunciado e a solução não se encontrarem em absoluta consonância, o coordenador proporá ao autor as reformulações que achar por bem, mas em circunstância alguma serão os problemas ou as soluções respetivas modificadas ou alteradas sem o acordo do autor.

A competição terá a duração de um ano civil e terá início na primeira semana de fevereiro, com a publicação do primeiro desafio, em que será pedido um relatório para sustentação da solução: na semana seguinte será a vez de um problema de escolha múltipla, em que a apresentação do caso terminará com quatro hipóteses de solução, sendo apenas uma verdadeira e essa é que deverá ser assinalada pelos detetives.

O prazo para envio das propostas de solução decorrerá até ao último dia do mês de publicação.

A divulgação das soluções dos desafios será na terceira semana do mês seguinte ao da publicação e as pontuações obtidas pelos detetives serão publicadas num blogue que funcionará paralelamente à secção e como seu complemento principal.

Em novembro serão publicados os últimos problemas do ano e em dezembro conheceremos os vencedores da competição.

 

Detetives e confrades, o Policiário chegou à SÁBADO para testar as capacidades dedutivas e os conhecimentos de todos os detetives deste país. Não interessa a idade, a profissão, o grau académico ou o local onde vivem! Aqui, no nosso Policiário, apenas há detetives e, como tal, cada um adota o nome porque quer ser tratado! O do coordenador é Inspetor Fidalgo, desde que se iniciou em 1975 numa das secções do Sete de Espadas, no Mundo de Aventuras, uma revista de histórias aos quadradinhos, e assim é tratado por todos, no nosso meio.

Há detetives com nomes tão simples como Paulo, Zé (Viseu), AAA, Sentinela, O Gráfico, etc., ou mais elaborados como Detetive Invisível, Inspetor Gigas, Inspetor Aranha ou Búfalos Associados.

Saudações Policiárias e boas deduções.

Inspetor Fidalgo

 

(in Policiário nº 1 – 9 de Janeiro de 2020)

 

PROBLEMAS PUBLICADOS

 

 

SECÇÃO

DATA

PROBLEMAS

 

2

16.Janeiro.2020

FESTAS DE ANIVERSÁRIO… OU NÃO!Inspetor Fidalgo

 

3

23.Janeiro.2020

NAMORO ATRIBULADOInspetor Fidalgo

 

4

30.Janeiro.2020

O INSP. FIDALGO E O BOM MALANDROInspetor Fidalgo

 

30

30.Julho.2020

O LEITOR RESOLVEBig Ben

 

 

 

 

 

Torneio Sábado Policiário 2020

 

5

6.Fevereiro.2020

1 (I)

O INSPETOR FIDALGO DESVENDA O CRIME…Inspetor Fidalgo

 

6

13.Fevereiro.2020

1 (II)

O INSPETOR FIDALGO E A FESTA NOTURNAInspetor Fidalgo

 

9

5.Março.2020

2 (I)

O INSPETOR FIDALGO E A MORTE DO ADVOGADOInspetor Fidalgo

 

10

12.Março.2020

2 (II)

O INSPETOR FIDALGO E A MORTE DA DONA MICAS!...Inspetor Fidalgo

 

13

2.Abril.2020

3 (I)

O “ENGANO” DO INSPETOR FIDALGO Inspetor Fidalgo

 

14

9.Abril.2020

3 (II)

O INSPETOR FIDALGO E O LOBISOMEM…Inspetor Fidalgo

 

18

7.Maio.2020

4 (I)

O INSPETOR FIDALGO E A MORTE DE SEBASTIÃOInspetor Fidalgo

 

19

14.Maio.2020

4 (II)

O INSPETOR FIDALGO E O MECO!...Inspetor Fidalgo

 

22

4.Junho.2020

5 (I)

O INSPETOR FIDALGO E OS QUATRO ASSASSINOS CONFESSOS!Inspetor Fidalgo

 

23

9.Junho.2020

5 (II)

INSPETOR FIDALGO NO “BAR DOS 500”Inspetor Fidalgo

 

26

2.Julho.2020

6 (I)

FIDALGO INVESTIGA NO CALOR ALENTEJANOInspetor Fidalgo

 

27

9.Julho.2020

6 (II)

QUEM MATOU A D. CIDÁLIA?Inspetor Fidalgo

 

31

6.Agosto.2020

7 (I)

O INSPETOR FIDALGO E O CASO “MARIA”Inspetor Fidalgo

 

32

13.Agosto.2020

7 (II)

O SOBRINHO DO INSPETOR FIDALGOInspetor Fidalgo

 

35

3.Setembro.2020

8 (I)

O INSPETOR FIDALGO E A MORTE NA VIVENDA MODESTAInspetor Fidalgo

 

36

10.Setembro.2020

8 (II)

O INSPETOR FIDALGO NA PRAIAInspetor Fidalgo

 

39

1.Outubro.2020

9 (I)

O INSP. FIDALGO E A MORTE DO VELHO MILITARInspetor Fidalgo

 

40

8.Outubro.2020

9 (II)

O INSPETOR FIDALGO E O IATE MISTERIOSOInspetor Fidalgo

 

44

5.Novembro.2020

10 (I)

O INSPETOR FIDALGO E O CRIME EM DIRETOInspetor Fidalgo

 

45

12.Novembro.2020

10 (II)

O INSPETOR FIDALGO FOI À ESCOLA…Inspetor Fidalgo

 

 

 

 

 

52

30.Dezembro.2020

O ÚLTIMO DESAFIO DO ANOInspetor Fidalgo

 

53

6.Janeiro.2021

LÚCIFER INTERVEIO NA HISTÓRIASete de Espadas

 

55

21.Janeiro.2021

TRÊS ARMAS DISPARARAM...Sete de Espadas

 

56

28.Janeiro.2021

QUATRO AMIGOSInspetor Fidalgo

 

 

 

 

 

Torneio do Centenário do Sete de Espadas

 

57

4.Fevereiro.2021

1-A

SMALUCO E A FACA QUE MATAInspetor Boavida

 

58

11.Fevereiro.2021

1-B

MEMÓRIASPaulo

 

59

18.Fevereiro.2021

1-C

UMA DÚZIA DE QUALIDADEAbrótea

 

61

4.Março.2021

2-A

UM CASO ANTIGOPedro Manuel Calvete

 

62

11.Março.2021

2-B

UM CRIME NUMA TASCA RICAAbrótea

 

63

18.Março.2021

2-C

O FALSO SUICÍDIOPaulo

 

65

31.Março.2021

3-A

VINHO, CIÚMES E MORTERigor Mortis

 

66

8.Abril.2021

3-B

CRIME NA VIVENDA DOS ALVESInspetor Boavida

© DANIEL FALCÃO