Sexta-feira, 25 de Maio de 2018

 

Olá, Amigos!

Muito bom-dia… boa-tarde… ou boa-noite, conforme o momento do dia que tiverem para nos dedicar. (7)

ARQUIVO HISTÓRICO DA PROBLEMÍSTICA POLICIÁRIA PORTUGUESA

Recolha museológica da problemística policiária portuguesa, apresentada em Dezembro de 2004 e coordenada por Jartur Mamede.

Homenagem a Vítor Hugo

Em homenagem a Vítor Hugo, recentemente desaparecido, a alma mater do AHPPP, Jartur Mamede, encetou a divulgação de alguns problemas da sua autoria. Até ao momento, no Arquivo Histórico da Problemística Policiária Portuguesa online, disponibilizamos três problemas publicados na secção “Quem Foi?”, dirigida por Repórter Mister… Ioso (Luís R. Correia) no “Mundo de Aventuras”, e um outro incluído no III Torneio Nacional de Problemística Policiária, organizado por várias secções no final da década de 1950.

Como Vítor Hugo também foi um magnífico solucionista, Jartur Mamede está a organizar uma série de problemas, os quais serão acompanhados pelas soluções por ele apresentadas. Assim que estejam disponíveis, e o tempo assim o permita, esses problemas irão integrar este arquivo.

PÚBLICO-POLICIÁRIO

Secção publicada todos os domingos no jornal Público, desde o dia 1 de Julho de 1992, coordenada por Luís Pessoa.

Taça de Portugal 2018

Depois de termos partido de mais de dois milhares e meio de detectives concorrentes, restam apenas 128 na 4ª eliminatória da Taça de Portugal 2018. Entre estes, dependendo das propostas de solução apresentadas à Prova nº 4 do Campeonato Nacional 2018, serão selecionados apenas 64 para seguir em frente. Nos confrontos directos, continuamos a destacar aqueles que envolvem os concorrentes que estarão frente a frente com os que chegaram mais perto do final na temporada transacta. Assim, cabe a Zzz defrontar o vencedor desta competição em 2017, Búfalos Associados, enquanto Azarado terá pela frente o finalista vencido, Inspector Moscardo. Por sua vez, Assavil e Werr irão medir forças com os concorrentes que alcançaram as meias-finais, Inspector Boavida e Rigor Mortis, respectivamente.

Policiarista do Ano 2018 e Ranking Público-Policiário 2018

Conhecidos os confrontos da 4ª eliminatória da Taça de Portugal 2018 e considerados os 10 pontos atribuídos para o troféu Policiarista do Ano 2018, pela superação de mais uma eliminatória, passam a estar na liderança desta classificação os 128 detectives concorrentes que passaram a somar 54 pontos.

Os confrontos da 4ª eliminatória da Taça de Portugal 2018 permitiram, também, actualizar a pontuação do Ranking Público-Policiário 2018, mantendo-se inalterado o respetivo top-10: Búfalos Associados continua na liderança, agora com 166 pontos, seguido a uma curta distância por Daniel Falcão (162) e Detective Jeremias e Inspector Boavida (ambos com 158). Imediatamente a seguir aparecem Inspector Aranha (156), Mister H (154), Inspector Moscardo (151), Paulo (150), Karl Marques (148) e Ego (145).

Campeonato Nacional 2018 – Prova nº 4

O Precioso Camafeu Napolitano, Prova nº 4 (Parte I) do Campeonato Nacional 2018, é a mais recente produção de Verbatim, na qual o Inspector Jerónimo Portela investiga o desaparecimento do camafeu conhecido como Amor Eterno. O camafeu fora visto pela última vez no final da festa organizada por Isolina e Joaquim de Freitas, em que estiveram presentes, entre outros convidados, os casais Mendes e Garcia. As suspeitas recaíram sobre estes dois casais e duas empregadas, Carla Gomes e Cátia Silva, dado serem os últimos a ter estado na proximidade da vitrina que guardava o preciso camafeu napolitano que, em tempos idos, teria sido encomendado por Joachim Murat para a sua consorte Carolina Bonaparte. A que resultados irá chegar a investigação do Inspector Jerónimo Portela?

A Sra. D. Adélia Baptista necessita urgentemente de desvendar a informação cifrada, assente num papel, pelo marido, relativa a códigos ou senhas de quatro algarismos, para proceder a um importante pagamento via multibanco, utilizando para o efeito um cartão de débito associado a uma conta. É este o mote da Prova nº 4 (Parte II) do Campeonato Nacional 2018, Código Urgente, mais um problema de Verbatim, em que o raciocínio matemático é convocado para a respectiva resolução. Qual será o código do cartão de débito?

Como sempre a data limite para envio das propostas de solução é o último dia do mês, ou seja, 31 de Maio, para um dos seguintes endereços: pessoa_luis@hotmail.com, lumagopessoa@gmail.com ou luispessoa@sapo.pt, por correio eletrónico; Luís Pessoa, Estrada Militar, 23, 2125-109 Marinhais, por correio postal; ou por entrega em mão ao próprio Luís Pessoa, onde quer que o encontrem.

Campeonato Nacional 2018 – Resultados da Prova nº 1

Os tão aguardados resultados da Prova nº 1 do Campeonato Nacional 2018 foram divulgados durante o dia de domingo, em primeiríssima mão, no blogue Crime Público. Mais uma vez, o número de detectives concorrentes ultrapassou largamente os dois milhares e meio (exactamente 2640). Entre estes, 1924 detectives acertaram em pleno nas respectivas soluções, permitindo-lhes atribuir um particular destaque na primeira classificação do Campeonato Nacional 2018.

Todavia, como é sabido, os pontos especiais (Melhores Soluções e Soluções Mais Originais) funcionam como critério de desempate nesta classificação. Razão pela qual, por ter apresentado aquela que foi considerada a melhor solução, o primeiro líder do Campeonato Nacional 2018 é Daniel Falcão, imediatamente seguido pelos quatros detectives cujas soluções se classificaram entre as cinco melhores: Inspector Aranha, Búfalos Associados, Zé e Rigor Mortis. Entre os cinco concorrentes cujas soluções foram salientadas pela originalidade, apenas três deles obtiveram a totalidade dos pontos em disputa: Xispeteó, J Belchior e Deco; detectives estes que se posicionam, para já, entre o 6º e o 8º lugar da classificação.

Mas esta foi apenas a primeira prova, mantendo-se tudo em aberto, prova após prova.

Campeonato Nacional 2018 – Soluções da Prova nº 3

Estão esclarecidos os casos correspondentes à terceira prova do Campeonato Nacional 2018. Na produção de Stage 15, em Roubo na Noite Escura, a chave da solução era o comportamento do cão, para além das declarações do seu dono, incoerentes com a observação do local do crime. Já na produção de FIPQ, A Saga das Girafas Incómodas, a solução estava no facto de as girafas não conseguirem emitir sons fortes.

O DESAFIO DOS ENIGMAS

Secção publicada no jornal Audiência Grande Porto, desde o dia 1 de Junho de 2016, coordenada por Salvador Santos (Inspector Boavida).

Torneio de Decifração “Solução à Vista!”

Expirado o prazo de recepção de originais, o concurso de produção de enigmas policiais “Mãos à Escrita!” registou a participação de nove autores. Desta forma, serão também nove as provas que constituirão o torneio de decifração “Solução à Vista!”, durante o qual serão decididos os problemas vencedores dos três prémios em disputa (Troféu M. Constantino, Taça Zé da Vila e Taça Mário Campino). Essa decisão será tomada em função da média pontual atribuída pelos participantes do torneio de decifração e pelo orientador da secção, que dispõem de entre 5 a 10 pontos para atribuir a cada enigma concorrente, tendo em conta a sua originalidade e grau de dificuldade. Os enigmas em avaliação (e objecto de decifração) são da autoria de Daniel Gomes, A. Raposo, Rigor Mortis, Verbatim, Búfalos Associados, Abrótea, Bernie Leceiro, Bigodes e Detetive Jeremias, com publicação no dia 10 de cada mês, até Janeiro de 2018, na secção O DESAFIO DOS ENIGMAS do jornal AUDIÊNCIA Grande Porto, no blogue Local do Crime e no Clube de Detectives.

Torneio “Solução à Vista!” – Prova nº 1

Daniel Gomes é o autor do problema que abre o Torneio “Solução à Vista”. Em O Enforcamento do Vigilante vamos encontrar Ventura Marques, vigilante numa importante empresa de congelados, preso pelo pescoço a uma corda amarrada na tubagem da água que passa junto ao tecto e com os pés a cerca de meio metro do chão, já sem sinais de vida. A investigação é entregue ao consagrado inspector Macunaíma, um homem de poucos músculos, muito franzino e pequeno, lento de movimentos nos afazeres do dia-a-dia mas rápido a usar a arma e… o seu privilegiado cérebro. Não foi necessário muito mais de quinze minutos, para que se fizesse luz sobre a morte como ocorrera a morte do vigilante, o que deixou toda a gente espantada face à rapidez de raciocínio de Mabunaíma.

E o leitor? Quanto tempo irá demorar a redigir o relatório da própria investigação e proceder ao respectivo envio, até ao 10 de Junho, para um dos seguintes endereços: por correio eletrónico para salvadorpereirasantos@hotmail.com ou por correio postal para Audiência GP / O Desafio dos Enigmas, Rua do Mourato, 70-A – 9600-224 Ribeira Seca RG – São Miguel – Açores.

TERTÚLIAS E CONVÍVIOS

Notícias sobre tertúlias e convívios.

XV Convívio da Tertúlia Policiária da Liberdade – Reportagem

Domingo, 20 de Maio, realizou-se o XV Convívio da Tertúlia Policiária da Liberdade, o qual decorreu no Restaurante Sabores de Sintra, em São Pedro de Sintra. Agora, disponibilizamos uma curta reportagem sobre este convívio no qual foram apresentados mais dois livrinhos, intitulados “O Caso (Sério) da Rua das Trinas” e “O Verdadeiro Borda de Água do Conto Curto para 2018”, e ainda o Certificado de Presença (muito especial), mesmo para quem não esteve presente.

TPCCS – Tertúlia Policiária, Charadística e Cruzadista SADINA

O confrade Abrótea, há muitos anos dedicado ao Policiário, Cruzadismo e Charadismo, apela a todos os confrades residentes na área de Setúbal para que, com ele, promovam a criação da Tertúlia Policiária, Charadística e Cruzadista SADINA (TPCCS), com o intuito de relançar o espírito tertuliano das décadas passadas. Para quem estiver interessado em colaborar, aqui fica o seu contacto: semumtusto1@gmail.com.

O POLICIÁRIO NA IMPRENSA REGIONAL

Notícias sobre outras secções policiárias publicadas na imprensa regional.

Correio Policial

A secção publicada semanalmente no jornal Correio do Ribatejo, de Santarém, orientada por Domingos Cabral, o “nosso” Inspector Aranha (d.cabral@sapo.pt, Rua Serpa Pinto 98, 2000-046 Santarém), inclui problemas policiários, contos policiais e muito mais. Na edição de 18 de Maio foi publicado o problema “Estranha Visão”, original de Zé Chery, e o conto “O Perdão” de Lima Rodrigues.

Continua disponível, desde o dia 15 de Janeiro, a coletânea “Dúzia de Ouro – Doze dos Melhores Contos Policiais de Sempre”, à venda no Correio do Ribatejo. A coletânea pode ainda ser pedida para Domingos Cabral (contactos acima) e tem um custo de 12 euros (com portes incluídos).

O POLICIÁRIO NA INTERNET

Blogues relacionados com policiário.

Policiarismo

Assim se apresenta o blogue Policiarismo: “O policiarismo tem em Portugal várias dezenas de atividade. Este é mais um espaço de memória”… e aqui vamos recordando muito do que se tem feito ao longo das últimas décadas. No passado dia 13 de Maio foi recordado o problema de António Raposo, “Desafio às Cinzentas”, o qual correspondeu ao Problema nº 9 do Torneio Sete de Espadas, na secção “Em Fim de Livro”. Depois, a 18 de Maio, seguiu-se a publicação da solução apresentada por Ás de Oiros.

Neste blogue é ainda possível acompanhar a inventariação de policiaristas, secções e publicações, na qual já estão recenseados mais de 6500 policiaristas, com um vasto conjunto de informação muito diversificada, assim como uma grande parte da actividade desenvolvida por várias secções.

Local do Crime

Depois de sete anos de interrupção o blogue Local do Crime regressou, como “caixa-de-ressonância da secção O Desafio dos Enigmas no espaço cibernético”… citando o Inspector Boavida, criador deste espaço.

Crime Público

E, claro está, aproveitando as palavras do Inspector Boavida, temos também o Crime Público como “caixa-de-ressonância” da secção Policiário.

 

 

 

 

Um abraço e até breve

(7) A nossa sentida homenagem a SETE DE ESPADAS.

© DANIEL FALCÃO, 2000-2018