Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018

 

Olá, Amigos!

Muito bom-dia… boa-tarde… ou boa-noite, conforme o momento do dia que tiverem para nos dedicar. (7)

ARQUIVO HISTÓRICO DA PROBLEMÍSTICA POLICIÁRIA PORTUGUESA

Recolha museológica da problemística policiária portuguesa, apresentada em Dezembro de 2004 e coordenada por Jartur Mamede.

Fora da Lei!... – Carlos Paniágua Fèteiro

No mês de Dezembro de 2016, Jartur Mamede iniciou a divulgação dos problemas produzidos por Carlos Paniágua Fèteiro, pretedendo fazer-lhe uma sentida homenagem póstuma.  São precisamente esses os problemas que passam a estar disponíveis online no Arquivo Histórico da Problemística Policiária Portuguesa, assim como a apresentação da secção Fora da Lei!...  que Carlos Paniágua Fèteiro orientou no jornal “A Voz Portalegrense”, a partir de Outubro de 1958.

Março de 1948! No alto de uma página do número 10 da revista “Altura”, em letra pequenina, muito discretamente, está o título É o Leitor um Bom Detective?

Depois dos sete problemas de Sete de Espadas, dos vinte problemas que marcaram a passagem do 25º aniversário da secção Policiário, dos nove problemas publicados na secção Detective e dos nove problemas publicados na secção É o Leitor um Bom Detective?, aí está mais um trabalho do alma mater do Arquivo Histórico da Problemística Policiária Portuguesa, Jartur Mamede.

E assim prosseguimos a recuperação do atraso da parceria que o CLUBE DE DETECTIVES tem com o AHPPP, continuando a divulgar recolhas passadas de Jartur Mamede e, ao mesmo tempo, divulgando os seus novos trabalhos de pesquisa. De qualquer modo, estamos disponíveis (e interessados) para receber os vossos contributos, com o intuito de enriquecer o Arquivo Histórico da Problemística Policiária Portuguesa online.

 

PÚBLICO-POLICIÁRIO

Secção publicada todos os domingos no jornal Público, desde o dia 1 de Julho de 1992, coordenada por Luís Pessoa.

Competições de 2018

Faltam apenas duas semanas e meia para o arranque das competições de 2018, pois já não está muito longe o dia 4 de Fevereiro. E, com o início das competições, regressa o “drama” das produções. Sem produções não há competições e, por isso mesmo, é urgente que os potenciais decifradores arrisquem também ser produtores. Vamos responder ao apelo do Luís Pessoa para ser possível manter viva esta chama policiária.

Terminadas as competições de 2017, já iniciou o lançamento da nova temporada com a divulgação dos Regulamentos para cada uma das competições: Campeonato Nacional, Taça de Portugal, Campeonato Nacional de Produção, Produções Rápidas, Troféu Sete de Espadas (Policiarista do Ano) e Troféu Detective Misterioso (Nº 1 do Ranking).

E, aplicando de imediato o ponto 1 do regulamento do Troféu Detective Misterioso (Nº 1 do Ranking), “haverá uma pontuação que transita do ranking anterior, correspondente a 20 por cento, sempre arredondada por excesso”, já é possível estabelecer a primeira classificação do ano de 2018, ou seja, o Ranking Público-Policiário 2018: Búfalos Associados inicia o ano tal como terminou, na liderança desta classificação, com 112 pontos, seguido a uma curta distância por Daniel Falcão (108) e Detective Jeremias e Inspector Boavida (ambos com 104). Além destes quatro que se posicionam nos lugares de frente, destaquem-se também aqueles que fecham o top-10: Inspector Aranha (102), Mister H (100), Inspector Moscardo (97), Paulo (96), Karl Marques (94) e Ego (91).

(ainda as ) Competições de 2017

Como vencedores são todos aqueles que continuamente participam nas competições promovidas pela secção, aqui fica o merecido destaque para os que se posicionaram nos lugares cimeiros:

Campeonato Nacional 2017: DETECTIVE JEREMIAS

Taça de Portugal 2017: BÚFALOS ASSOCIADOS

Policiarista do Ano 2017: BÚFALOS ASSOCIADOS

Nº 1 do Ranking Público-Policiário 2017: BÚFALOS ASSOCIADOS

Melhores Soluções: DANIEL FALCÃO

Soluções mais Originais: INSPECTOR GIGAS

 

O DESAFIO DOS ENIGMAS

Secção publicada no jornal Audiência Grande Porto, desde o dia 1 de Junho de 2016, coordenada por Salvador Santos (Inspector Boavida).

Novas iniciativas

A secção O DESAFIO DOS ENIGMAS, do jornal AUDIÊNCIA GP, tem neste momento em marcha duas novas iniciativas: 1) “Mãos à Escrita!” – um concurso de produção de enigmas policiários, aberto a todos os que se queiram “aventurar” na escrita deste género de ficção, sem temática definida, tendo apenas como condição o limite máximo da dimensão do enunciado (duas páginas A4, com o tipo de letra Times New Roman, corpo de letra 12 e espaçamento de 1,5 linhas); 2) “Solução à Vista!” – um torneio de decifração, composto pelos enigmas apresentados ao concurso supracitado, em que os participantes (também) classificam os produtores.

Concurso de Contos “Um Caso Policial em Gaia”

«Luís Pessoa, contista, ensaísta, produtor de enigmas, amante e divulgador da escrita policial, animador da secção Policiário da edição dominical do jornal Público, rubrica que mantém viva há mais de vinte e cinco anos, é o grande vencedor do Concurso de Contos “Um Caso Policial em Gaia”. Nos lugares seguintes, posicionaram-se os concorrentes Rigor Mortis, António Raposo e António Jesus de Serra Nunes, por esta ordem, com os contos “Cruzeiro no Rio Douro”, “O Roubo da Abelha Gaia” e “Assalto ao Banco”, respetivamente. Recordamos, entretanto, que o Júri distinguiu ainda com menções honrosas os concorrentes Madame Eclética e Daniel Gomes, com os contos “Uma Noite no Convento” e “Viagem de Teleférico”, respetivamente. No caso do grande vencedor, para além do respetivo troféu, conquistou também o direito à publicação do seu conto nas páginas do AUDIÊNCIA GP. E não sendo possível publicá-lo na íntegra, devido à sua extensão, vamos fazê-lo em seis partes, a partir desta edição.» (em Local do Crime, 1 de Novembro de 2017)

Torneio Policiário 2017 – Resultados Finais

Com a publicação da solução do Problema nº 8 do Torneio Policiário 2017, Um Copo de Leite Noturno, uma produção de Ma(r)ta Hari, e da divulgação dos respetivos resultados, chega ao final o primeiro torneio policiário organizado pela secção O Desafio dos Enigmas.

Assim, o Troféu Audiência GP, para o vencedor do torneio, será entregue a Detective Jeremias (111 pontos), seguindo-se Rigor Mortis, a vinte pontos de distância, que irá receber a Taça Sete de Espadas. Logo a seguir, ficaram Bernie Leceiro (Taça Dic Roland), Madame Eclética (Taça KO) e Detective Bossiak (Taça Rip Kirby). Foram ainda distinguidos com uma medalha de participação, Vimaranes, Inspector Mucaba, Ma(r)ta Hari, Haka Crimes e Zé de Mafamude.

 

O POLICIÁRIO NA IMPRENSA REGIONAL

Notícias sobre outras secções policiárias publicadas na imprensa regional.

Correio Policial

A secção publicada semanalmente no jornal Correio do Ribatejo, de Santarém, orientada por Domingos Cabral, o “nosso” Inspector Aranha (d.cabral@sapo.pt, Rua Serpa Pinto 98, 2000-046 Santarém), inclui problemas policiários, contos policiais e muito mais.

Na edição de 12 de Janeiro foi publicado o problema “Assalto à Mão Armada”, original de Prof. Fordney, o texto “A Ciência da Dedução – A Mente de Sherlock Holmes em Acção” e uma crónica de A. Varatojo, “Porquê Marginal?”. Mais uma secção a não perder!

Está disponível, desde o dia 15 de Janeiro, a coletânea “Dúzia de Ouro – Doze dos Melhores Contos Policiais de Sempre”, à venda no Correio do Ribatejo. A coletânea pode ainda ser pedida para Domingos Cabral (contactos acima) e tem um custo de 12 euros (com portes incluídos).

 

TERTÚLIAS E CONVÍVIOS

Notícias sobre tertúlias e convívios.

XIV Convívio da Tertúlia Policiária da Liberdade

A Tertúlia Policiária da Liberdade realizou uma reunião, no passado dia 1 de Julho, para balanço do seu XIV Convívio e de toda a sua actividade em geral. Coincidindo a data com o 25º aniversário da secção “Público-Policiário”, a TPL não deixou de assinalar tão relevante acontecimento policiarista nem de brindar, com toda a justiça, ao confrade Luís Pessoa, o responsável daquela secção ao longo deste quarto de século.

TPCCS – Tertúlia Policiária, Charadística e Cruzadista SADINA

O confrade Abrótea, há muitos anos dedicado ao Policiário, Cruzadismo e Charadismo, apela a todos os confrades residentes na área de Setúbal para que, com ele, promovam a criação da Tertúlia Policiária, Charadística e Cruzadista SADINA (TPCCS), com o intuito de relançar o espírito tertuliano das décadas passadas. Para quem estiver interessado em colaborar, aqui fica o seu contacto: semumtusto1@gmail.com.

 

O POLICIÁRIO NA INTERNET

Blogues relacionados com policiário.

Policiarismo

Assim se apresenta o blogue Policiarismo: “O policiarismo tem em Portugal várias dezenas de atividade. Este é mais um espaço de memória”… e aqui vamos recordando muito do que se tem feito ao longo das últimas décadas. No passado dia 14 de Janeiro foi recordada a notícia publicada no XYZ Magazine a propósito da legalização da associação Clube de Literatura Policial, fundada na década de 1950.

Neste blogue é ainda possível acompanhar a inventariação de policiaristas, secções e publicações, na qual já estão recenseados mais de 6500 policiaristas, com um vasto conjunto de informação muito diversificada, assim como uma grande parte da actividade desenvolvida por várias secções.

Local do Crime

Depois de sete anos de interrupção o blogue Local do Crime regressou, como “caixa-de-ressonância da secção O Desafio dos Enigmas no espaço cibernético”… citando o Inspector Boavida, criador deste espaço.

Crime Público

E, claro está, aproveitando as palavras do Inspector Boavida, temos também o Crime Público como “caixa-de-ressonância” da secção Policiário.

 

PUBLICAÇÕES

Divulgação das publicações do CLUBE DE DETECTIVES.

E-Books CLUBE DE DETECTIVES

Enquanto se preparam os futuros e-Books, eis os que estão disponíveis: Campeonato Nacional e Taça de Portugal 2015, Campeonato Nacional e Taça de Portugal 2014, Campeonato Nacional e Taça de Portugal 2013, Campeonato Nacional e Taça de Portugal 2011, competições promovidas pela secção Público-Policiário, e Torneio Domingos Cabral, promovido pela secção Mundo dos Passatempos.

 

 

 

 

Um abraço e até breve

(7) A nossa sentida homenagem a SETE DE ESPADAS.

© DANIEL FALCÃO, 2000-2018