Segunda-feira, 1 de Julho de 2019

 

Olá, Amigos!

Muito bom-dia… boa-tarde… ou boa-noite, conforme o momento do dia que tiverem para nos dedicar. (7)

 

O CLUBE DE DETECTIVES INTERROMPE, A PARTIR DE HOJE, A SUA ACTIVIDADE, PROLONGANDO-A ATÉ DATA A DEFINIR.

O DESAFIO DOS ENIGMAS

Secção publicada no jornal Audiência Grande Porto, desde o dia 1 de Junho de 2016, coordenada por Salvador Santos (Inspector Boavida).

Concurso de Produção “Mãos à Escrita! – 2019”

Expirado o prazo de receção de originais, o Concurso de Produção “Mãos à Escrita! – 2019" registou a participação de nove autores. A estes junta-se um problema extraconcurso de Inspetor Boavida, pelo que são dez as provas que constituem o Torneio de Decifração "Solução à Vista! – 2019", durante o qual serão decididos os problemas vencedores dos prémios de produção em disputa (Troféu Pedro Paulo Faria, Taça Nove e Taça Verbatim). Essa decisão será tomada em função da média pontual atribuída pelos participantes do torneio de decifração e pelo orientador da secção, que dispõem de entre 5 a 10 pontos para atribuir a cada enigma concorrente, tendo em conta a sua originalidade e grau de dificuldade.

Os enigmas em avaliação são da autoria de Daniel Gomes, Rigor Mortis, Bigode, A. Raposo, Búfalos Associados, Daniel Falcão, Abrótea, Bernie Leceiro e Detetive Jeremias, com publicação no dia 5 de cada mês, por esta ordem, no jornal Audiência GP, no blogue Local do Crime e no sítio Clube de Detectives. A avaliação dos enigmas será feita pelos “detetives” da seguinte forma: na apresentação da solução da segunda prova do torneio de decifração, atribuirão a pontuação da primeira prova; na apresentação da solução da terceira prova, atribuirão a pontuação da segunda prova; e assim sucessivamente. Ou seja: os pontos a atribuir ao enigma que constitui a primeira prova, que hoje publicamos, acompanharão as propostas de solução relativas à segunda prova.

ARQUIVO HISTÓRICO DA PROBLEMÍSTICA POLICIÁRIA PORTUGUESA

Recolha museológica da problemística policiária portuguesa, apresentada em Dezembro de 2004 e coordenada por Jartur Mamede.

Enigma Policiário (1976-1982)

Continua a divulgação dos problemas publicados na secção Enigma Policiário, dirigida por Inspector Aranha na revista Passatempo (Revista Mensal de Desporto Cerebral), entre Abril de 1976 e Julho de 1982.

No segundo mês do ano de 1978, na secção nº 22, publicada no Passatempo nº 44, terminava a publicação dos problemas do I Grande Torneio de Divulgação, com Investigação em Cinzento de Constantino.

Mistério… Policiário (1975-1986)

Com o Mundo de Aventuras nº 100, publicado a 28 de Agosto de 1975, iniciou-se o I Grande Torneio, da secção MISTÉRIO… Policiário superiormente produzida e orientada por Sete de Espadas. Semana após semana, Página após Página, alternar-se-ia a publicação de passatempos e problemas policiários originais, propostos por leitores da secção conquistados desde a primeira hora – 13 de Março de 1975.

A Página 28 da secção abriu com o Passatempo nº 3, uma produção de Venthocanni (de Feijó), dedicado em exclusivo a um teste de banda desenhada. Entre as soluções apresentadas, o prémio da semana seguiu novamente para Jartur que, mais uma vez, surpreendeu pela originalidade da sua solução à qual foi atribuída uma Menção Honrosa (o mesmo acontecendo à solução apresentada por Raul Ribeiro). Concluídos três passatempos, chegou o momento de ser divulgada, pela primeira vez, a classificação geral. Na frente, com a totalidade de pontos possíveis, estavam Carjoma e Fransal (ambos do Porto), seguindo no seu encalço, com apenas um ponto de atraso, Vítor Hugo (da Marinha Grande), Jartur (do Porto) e Raul Ribeiro (do Cacém)

O Policiário nº 3 do I Grande Torneio apareceria na Página 29, Mundo de Aventuras nº 105 de 2 de Outubro de 1975, Roubo no Comboio, um original de L. P. (de Algés). Tal como sucedera a Jartur, também Big-Ben arrebataria pela segunda vez consecutiva o prémio da semana, em resultado da excelente solução apresentada. Refira-se, aliás, que este problema mereceu a publicação de três soluções, pois além da solução do autor e da melhor solução, também seria merecedora de publicação a apresentada por Dr. Aranha. Este problema produziu fortes mazelas nos concorrentes, reduzindo os totalistas no final dos três primeiros problemas a apenas uma dúzia (a “Dúzia de Oiro”, como escreveria o Sete). Entre estes o destaque ia direitinho para Big-Ben (da Amadora), Dr, Aranha (de Cascais), Joe Sousa (de Braga) e Júlio Soares (de Vila do Conde) que, além de totalistas nos pontos, eram também totalistas nas menções honrosas.

PÚBLICO-POLICIÁRIO

Foram 1430 secções publicadas todos os domingos no jornal Público, entre 1 de Julho de 1992 e 30 de Dezembro de 2018, coordenadas por Luís Pessoa.

Campeonato Nacional 2018 – Resultados da Prova nº 8

Após a divulgação dos resultados da Prova nº 8 do Campeonato Nacional 2018, mantém-se a mesma dezena de detectives concorrentes com a totalidade dos pontos possíveis (96), quando faltam apurar os resultados de apenas duas provas. Pelo facto de ainda não terem obtido qualquer ponto especial, três destes detectives partilham o 8º lugar da competição: A. Raposo & Lena, Inspector Boavida e Karl Marques. Os restantes sete detectives, como já pontuaram nas Melhores Soluções, aparecem nos lugares cimeiros e entre estes estão Inspector Aranha (19), Zé (10), Mister H (7) e Ego (6 pontos).

No topo da classificação, nos habitualmente designados lugares do pódio, Búfalos Associados (vencedor da Taça em 2017) e Daniel Falcão (vice-campeão nacional em 2017) estão na liderança com 27 pontos nas Melhores Soluções, acompanhados por Detective Jeremias (campeã nacional em 2017) logo a seguir (22 pontos).

Policiarista do Ano 2018 e Ranking Público-Policiário 2018

Após os resultados da Prova nº 8 do Campeonato Nacional 2018, Daniel Falcão e Mister H (293 pontos), permanecem no topo da classificação do troféu Policiarista do Ano 2018, seguindo-se Zé (288) e Paulo (275) no terceiro e quarto lugar. Nos restantes lugares do top-10 estão Búfalos Associados, Detective Jeremias e Inspector Boavida (273), X Boavista (271) e Ego e Inspector Aranha (263 pontos).

No Ranking Público-Policiário 2018, Daniel Falcão (com 401 pontos), Mister H (393) e Búfalos Associados (385) ocupam os lugares do pódio. Seguem-se, no encalço deste trio, Detective Jeremias e Inspector Boavida (377), Paulo (371), Inspector Aranha (365), Ego (354), Zé (351) e Karl Marques (347), a fechar o top-10.

Taça de Portugal 2018 – Final

Depois de uma longa caminhada, na qual participaram perto de três milhares de detectives, restaram apenas dois: Mister H e Daniel Falcão. Foram estes os detectives que concentraram toda a atenção na resolução da Prova nº 10 do Campeonato Nacional 2018, em Memórias do Inspector Ambrósio e Sábado Sangrento, originais de Nordi e Troll, respectivamente.

Quem será o vencedor da Taça de Portugal 2018? Será Mister H que almeja colocar no seu currículo policiário a vitória nesta competição, depois de já ter chegado à final por outras duas vezes: primeiro, no ano em que surgiu esta competição, 2001/2002, e depois em 2011? Ou será Daniel Falcão que, depois de ter interrompido em 2017 as vitórias que ia conquistando ano após ano desde 2014, irá regressar ao topo da competição?

TERTÚLIAS E CONVÍVIOS

Notícias sobre tertúlias e convívios.

XVI Convívio da Tertúlia Policiária da Liberdade – Reportagem

Mesmo contra ventos e marés, o XVI Convívio da Tertúlia Policiária da Liberdade realizou-se no domingo, dia 19 de Maio, com concentração e almoço de confraternização no Restaurante Sabores de Sintra, em São Pedro de Penaferrim – Sintra. Incluído no programa do evento estava o lançamento do Borda D’ Água do Conto Curto 2019, uma homenagem a Nove/Verbatim, que nos deixou há poucos meses, e a distribuição dos prémios da secção O DESAFIO DOS ENIGMAS.

E, gentilmente enviado por Salvador Santos (Inspector Boavida), aqui fica o relato do XVI Convívio da TPL, uma pré-publicação da próxima edição d’ O DESAFIO DOS ENIGMAS.

TPCCS – Tertúlia Policiária, Charadística e Cruzadista SADINA

O confrade Abrótea, há muitos anos dedicado ao Policiário, Cruzadismo e Charadismo, apela a todos os confrades residentes na área de Setúbal para que, com ele, promovam a criação da Tertúlia Policiária, Charadística e Cruzadista SADINA (TPCCS), com o intuito de relançar o espírito tertuliano das décadas passadas. Para quem estiver interessado em colaborar, aqui fica o seu contacto: semumtusto1@gmail.com.

O POLICIÁRIO NA IMPRENSA REGIONAL

Notícias sobre outras secções policiárias publicadas na imprensa regional.

Correio Policial

A secção publicada semanalmente no jornal Correio do Ribatejo, de Santarém, desde o dia 7 de Outubro de 2011, e orientada por Domingos Cabral, o “nosso” Inspector Aranha (d.cabral@sapo.pt, Rua Serpa Pinto 98, 2000-046 Santarém), inclui problemas policiários, contos policiais e muito mais.

Na edição de 14 de Junho prosseguiu a publicação de problemas em Banda Desenhada, com “Quem Foi o Assassino?” (e respectiva solução), e ainda o conto humorístico “o Agente Faustino” de João Mendes e a short story “Homicídio” de Orlando Guerra.

O POLICIÁRIO NA INTERNET

Blogues relacionados com policiário.

Inspector Gigas

Aí está mais um blogue dedicado ao Policiário. Desta vez, a iniciativa deve-se a Inspector Gigas, um dos mestres da originalidade. E, por isso mesmo, o Inspector Gigas decidiu, oportunamente, criar um blogue no qual as suas soluções são agora partilhadas com todos os interessados.

Para já, o blogue é de acesso restrito, sendo necessário um registo que deverá ser devidamente validado. Vale a pena correr a fazer o respectivo registo, quando acaba de ser publicada a 12ª solução relativa a Smaluco e o Perigoso Bombista, um original de 2011 com autoria do Inspector Boavida.

Policiarismo

Assim se apresenta o blogue Policiarismo: “O policiarismo tem em Portugal várias dezenas de atividade. Este é mais um espaço de memória”… e aqui vamos recordando muito do que se tem feito ao longo das últimas décadas. No passado dia 21 de Março foi recordada uma notícia, publicada na secção Policiário do jornal Público de 7 de Abril de 1996, sobre o II Convívio da Amadora, realizado dias antes, a 24 de Março.

Neste blogue é ainda possível acompanhar a inventariação de policiaristas, secções e publicações, na qual já estão recenseados mais de 6500 policiaristas, com um vasto conjunto de informação muito diversificada, assim como uma grande parte da actividade desenvolvida por várias secções.

Local do Crime

O blogue Local do Crime, citando o Inspector Boavida, criador deste espaço, continua a ser a “caixa-de-ressonância da secção O Desafio dos Enigmas no espaço cibernético”.

Crime Público

O blogue Crime Público, coordenado por Luís Pessoa, depois de muitos anos a ecoar o que ia sendo feito na secção Policiário, continua a ser um local de visita obrigatória pela vasta informação que disponibiliza sobre a secção que mais tempo esteve entre nós.

PUBLICAÇÕES

Publicações relacionadas com policiário.

O Desafio ao Inspector Rick – A.B.Rótea

O Inspector Rick (Ricardo Manuel Azevedo), mais conhecido no nosso meio como Abrótea, investiga oito contos/problemas do género “vão-se expondo na narrativa, duma forma mais ou menos camuflada, os pormenores, dos quais o investigador se ocupará para deslindar o mistério”.

Na obra “O Desafio ao Inspector Rick – Só porque mente não é criminoso”, assinada por A. B. Rótea e editada por Chiado Books, as narrativas são interrompidas para se lançar um desafio: “Chegámos ao ponto de desafiar o Leitor, que se encontra na posse dos mesmos dados que eu. Nenhum indício foi escondido, não se trata de nenhum passe de mágica. Apenas pergunto.

Quer conhecer mais sobre esta obra? Aqui fica o contacto electrónico do autor: semumtusto1@gmail.com.

A Casa Queimada – Lima Rodrigues

O conceituado contista e assíduo colaborador de Correio Policial publicou um novo livro de contos – A Casa Queimada, obra composta por trinta e seus títulos e apresentada no dia 28 de Abril, na Junta de Freguesia da Póvoa de Santarém, onde foi inaugurada a Biblioteca Lima Rodrigues.

Os interessados na respectiva aquisição devem contactar d.cabral@sapo.pt.

 

 

 

Um abraço e até breve

(7) A nossa sentida homenagem a SETE DE ESPADAS.

© DANIEL FALCÃO, 2000-2019