Sábado, 20 de Agosto de 2016

 

Olá, Amigos!

Muito bom-dia… boa-tarde… ou boa-noite, conforme o momento do dia que tiverem para nos dedicar. (7)

PÚBLICO-POLICIÁRIO

Secção publicada todos os domingos no jornal Público, desde o dia 1 de Julho de 1992, e coordenada por Luís Pessoa.

Campeonato Nacional 2016 – Prova nº 7

1901, aldeia de Mouriscas do Carregoso, em pleno coração da Beira Alta”, assim se inicia a Prova nº 7 (Parte I) do Campeonato Nacional 2016, A Morte de Bernardo do Soutinho, uma produção original de Paulo. É precisamente num dia desse ano que encontramos o vigário da paróquia, o regedor e dois dos principais proprietários locais, Joaquim Baldaia e Porfírio Clemente, em torno de uma mesa, na companhia de quatro copos de vinho e uma jarra de barro preto, a recordar a tragédia que ocorrera um ano antes e que vitimara o Bernardo do Soutinho. Mas é também durante essa conversa que o vigário Castanho se apercebe de alguns elementos que podem conduzir à identificação do respectivo criminoso, desconhecido até aquele momento.

Já na Prova nº 7 (Parte II), Tuga Indomável propõe-nos para decifração o desafio Bruxaria em Fase da Lua, no qual somos surpreendidos por um automobilista que decide meter travões a fundo, coloca o carro em ponto morto e sai disparado correndo pelos campos circundantes, sem sequer se preocupar em fechar a porta. Perante tão insólita situação, os automobilistas que circulavam na mesma estrada chamam a polícia que indaga o que se terá passado.

Como nos encontramos ainda a atravessar um período de férias, o envio das propostas de solução foi alargado para o dia 10 de Setembro, para um dos seguintes endereços: pessoa_luis@hotmail.com, luispessoa@sapo.pt ou lumagopessoa@gmail.com, por correio eletrónico; ou Luís Pessoa, Estrada Militar, 23, 2125-109 Marinhais, por correio postal.

Taça de Portugal 2016 – 5ª Eliminatória

Já são conhecidos os detectives que ultrapassaram os seus adversários directos e que conquistaram o direito de avançar para a 5ª eliminatória da Taça de Portugal 2016. Para isso, apenas tiveram de se esmerar na elaboração das respectivas soluções relativas à Prova nº 4 do Campeonato Nacional, garantindo a apresentação de uma solução melhor pontuada ou de melhor qualidade.

A partir deste momento, a próxima eliminatória estará ao alcance dos detectives que apresentaram uma melhor solução no confronto directo com o seu adversário, no que concerne à Prova nº 5 do Campeonato Nacional.

Policiarista do Ano e Ranking-Policiário 2016

A divulgação dos confrontos da 5ª eliminatória da Taça de Portugal 2016 permitiram actualizar mais duas classificações. Na classificação do Troféu Policiarista do Ano 2016, o grupo de líderes reduziu-se, agora, para 59 detectives, com 112 pontos conquistados.

Por seu lado, a classificação do Ranking Público-Policiário 2016 também foi revista, mantendo-se inalterado o top-10: na liderança continua Daniel Falcão (227 pontos), partilhando os lugares do pódio com Detective Jeremias (221) e Inspector Boavida (219), seguindo-se Inspector Aranha (213), Agente Guima e Búfalos Associados (209) e Karl Marques, Mister H, Paulo e Verbatim (208).

Campeonato Nacional 2016 – Resultados da Prova nº 3

Depois de alguns dias de interregno, de modo a aumentar a expectativa no seio dos detectives concorrentes, eis que são divulgados os pontos especiais (melhores soluções e soluções mais originais) concluindo-se, desta forma, a publicação dos resultados da Prova nº 3 do Campeonato Nacional 2016.

O não aparecimento de nenhum novo concorrente a pontuar nos pontos especiais fez com que os detectives presentes nas classificações das melhores soluções e das soluções mais originais tenham reforçado a liderança na classificação do Campeonato Nacional 2016.

Assim, após três provas, são quatro os detectives que se destacam nos lugares cimeiros, separados por alguns pontos nas melhores soluções: Daniel Falcão, Detective Jeremias, Inspector Aranha e Zé. Segue-se na peugada deste quarteto, no quinto lugar, Búfalos Associados. Em seguida, temos um novo quarteto que se tem distinguido nas soluções mais originais: Arco da Velha, Troikosta, Deco e Zé Ferry. Por fim, aparece a ocupar a décima posição uma longa lista de concorrentes que foi drasticamente reduzida para apenas 854 totalistas nesta terceira prova.

Mas, lembramos, apenas passaram três provas e tudo pode ainda acontecer.

Campeonato Nacional 2016 – Soluções da Prova nº 5

Estão disponíveis as soluções de Smaluco no Réveillon, Prova nº 5 (Parte I) do Campeonato Nacional 2016, e de O Assalto ao Bolo de Chocolate, Prova nº 5 (Parte II), originais de Inspector Boavida e de Paulo, respectivamente. Estas soluções permitiram conhecer os pormenores da partida de que foi alvo Smaluco na noite de réveillon e a identidade do jovem que assaltou o bolo de chocolate. Também estão à disposição dos detectives as soluções das provas anteriores.

 

O POLICIÁRIO NA IMPRENSA REGIONAL

Notícias sobre secções policiárias publicadas na imprensa regional.

O Desafio dos Enigmas

Secção publicada quinzenalmente no jornal Novo Audiência, de Vila Nova de Gaia, sob coordenação de Salvador Santos, conhecido no nosso meio por Inspector Boavida. Na edição do passado dia 16 de Julho, a secção apresentou-se com o título Descobrir um escritor é o novo desafio, na qual é lançado um novo desafio Quem é o Homem de Quem se Fala. Simultaneamente, enquanto se prometem os resultados das primeiras provas, é apresentada a solução do problema Quem "Okupou" o Palco?

Correio Policial

Secção publicada semanalmente no jornal Correio do Ribatejo, de Santarém, e orientada por Domingos Cabral, o “nosso” Inspector Aranha (d.cabral@sapo.pt, Rua Serpa Pinto 98, 2000-046 Santarém), que inclui problemas policiários, contos policiais e muito mais. Na secção do passado dia 5 de Agosto, o destaque policiário vai para o problema “As Riquezas Desaparecidas”, original de Faraó. A mesma secção inclui ainda o conto de Joaquim Paulo, intitulado “Um Polícia Paciente”, e também a solução do problema “O Crime dos Clássicos”

 

TERTÚLIAS E CONVÍVIOS

Notícias sobre tertúlias e convívios.

XIII Convívio da Tertúlia Policiária da Liberdade

Sobre o XIII Convívio da Tertúlia Policiária da Liberdade aqui fica registada uma breve narrativa do confrade Nove:

«Decorreu, com muita alegria, o XIII Convívio levado a efeito pela Tertúlia Policiária da Liberdade no passado domingo, 29 de Maio, na Quinta do Rio, entre Azeitão e Sesimbra. O dia bonito, os campos verdes e, lá um pouco mais longe, a serra à vista, convocaram os presentes a uma amena e reconfortante cavaqueira. De tudo se falou, em ambiente de grande abertura e saudável discussão.O almoço foi uma delícia e, no fim, os confrades Maria Helena e A. Raposo lançaram umas quadras de Fernando Pessoa, mas com algumas lacunas para serem preenchidas pelos convivas. O objectivo era emular ou (imagine-se!) superar o autor original. Os vencedores, com grande brilho, foram os Búfalos Associados. Mas todos receberam prémios, constituídos por um livro e brochuras com o traço comum do bom humor.Desta vez o número de confrades não foi elevado. Contrariedades diversas impediram alguns de comparecer. Porém, já está em andamento a preparação do XIV Convívio

TPCCS – Tertúlia Policiária, Charadística e Cruzadista SADINA

O confrade Abrótea, há muitos anos dedicado ao Policiário, Cruzadismo e Charadismo, apela a todos os confrades residentes na área de Setúbal para que, com ele, promovam a criação da Tertúlia Policiária, Charadística e Cruzadista SADINA (TPCCS), com o intuito de relançar o espírito tertuliano das décadas passadas. Para quem estiver interessado em colaborar, aqui fica o seu contacto: semumtusto1@gmail.com.

Convívio Policiário em Sintra

Foi no dia 18 de Outubro que a Tertúlia Policiária da Liberdade organizou um Convívio de Outono, na Taverna dos Trovadores, em Sintra, no qual foi lançado um livro com os contos do Concurso de Contos Manuel Constantino e a Antologia de Contos Policiais, organizado por Domingos Cabral – Inspector Aranha.

 

ARQUIVO HISTÓRICO DA PROBLEMÍSTICA POLICIÁRIA PORTUGUESA

Recolha museológica da problemística policiária portuguesa, apresentada em Dezembro de 2004 e coordenada por Jartur Mamede.

III Torneio Nacional de Problemística Policiária

Desde a passada sexta-feira, dia 13, que Jartur Mamede está a apresentar mais um fruto do seu incansável trabalho de recolha da problemística policiária portuguesa. Desta vez, ressuscitou o III Torneio Nacional de Problemística Policiária  com a apresentação do 1º problema da 1ª eliminatória, “O Caso do Colar Desaparecido”, original de Bia Sotam. Entretanto, também já foi apresentada a solução deste problema e a relação dos problemas apurados para o torneio.

Para já, antes de integrar estes problemas na já longa lista de problemas policiários que o CLUBE DE DETECTIVES disponibiliza, iremos levar até aos detectives os originais deste extraordinário trabalho de Jartur Mamede em prol do Arquivo Histórico da Problemística Policiária Portuguesa.

 

PUBLICAÇÕES

Divulgação das publicações do CLUBE DE DETECTIVES.

E-Books CLUBE DE DETECTIVES

Enquanto se preparam os futuros e-Books, eis os que estão disponíveis: Campeonato Nacional e Taça de Portugal 2015, Campeonato Nacional e Taça de Portugal 2014, Campeonato Nacional e Taça de Portugal 2013, Campeonato Nacional e Taça de Portugal 2011, competições promovidas pela secção Público-Policiário, e Torneio Domingos Cabral, promovido pela secção Mundo dos Passatempos.

 

 

 

 

 

Um abraço e até breve

(7) A nossa sentida homenagem a SETE DE ESPADAS.

© DANIEL FALCÃO, 2000-2016