Sábado, 20 de Outubro de 2018

 

Olá, Amigos!

Muito bom-dia… boa-tarde… ou boa-noite, conforme o momento do dia que tiverem para nos dedicar. (7)

O DESAFIO DOS ENIGMAS

Secção publicada no jornal Audiência Grande Porto, desde o dia 1 de Junho de 2016, coordenada por Salvador Santos (Inspector Boavida).

Torneio “Solução à Vista!” – Solução e Resultados da Prova nº 5

Tal como Búfalos Associados acaba de nos demonstrar, no momento em que se divulga a solução da Prova nº 5 do Torneio “Solução à Vista”, fica comprovado que A Lógica não é uma Batata.

Mas, com este desafio adensou-se ainda mais a classificação do Torneio “Solução à Vista”, quer no respectivo topo, no qual Daniel Falcão e Detective Jeremias, ao apresentarem as duas melhores soluções, estão agora com os mesmos 59 pontos, quer no terceiro lugar, se bem que já com 7 pontos de atraso, com 52 pontos, partilhado por Bernie Leceiro, Inspector Mucaba e Madame Eclética. No top 10 estão ainda Ma(r)ta Hari e Zé de Mafamude (com 50 pontos), Ariam Semog (49), Rigor Mortis (48) e Bigode (46). Segue-se depois um grupo de 10 detectives concorrentes com um atraso de um ponto em relação ao décimo classificado.

Embora tudo indique que o primeiro lugar vá ser disputado entre Daniel Falcão e Detective Jeremias (vencedora do Torneio Policiário 2017), prevê-se uma disputa mais acesa para os restantes lugares do top 10.

Torneio “Mãos à Escrita!”

Registe-se, ainda, que as avaliações feitas pelos 33 solucionistas e pelo orientador da secção e este A Lógica não é uma Batata, de Búfalos Associados, resultaram numa pontuação média de 7,9 pontos, fazendo com que ultrapassasse por cinco décimas o Contas Desajustadas, de Verbatim, na classificação no torneio de produção policiária “Mãos à Escrita!”.

Torneio “Solução à Vista!” – Prova nº 6

Um Regresso do Outro Lado é a proposta de Abrótea que constitui a Prova nº 6 do Torneio “Solução à Vista”. O relatório que responda integralmente a este desafio deve ser enviado, até ao dia 15 de Novembro, para um dos seguintes endereços: por correio electrónico para salvadorpereirasantos@hotmail.com ou por correio postal para Audiência GP / O Desafio dos Enigmas, Rua do Mourato, 70-A – 9600-224 Ribeira Seca RG – São Miguel – Açores.

PÚBLICO-POLICIÁRIO

Secção publicada todos os domingos no jornal Público, desde o dia 1 de Julho de 1992, coordenada por Luís Pessoa.

Campeonato Nacional 2018 – Prova nº 9

Embora ainda estejamos relativamente longe da época natalícia, Emil transporta-nos até Uma Noite de Natal em Solar MinhotoProva nº 9 (Parte I) do Campeonato Nacional 2018. Naquela moradia, propriedade de uma família muito antiga, contavam-se histórias que passavam de boca em boca, sobre coisas que se passaram naquele solar brasonado, ao mesmo tempo que se mantinham as tradições, caso se desse o caso de algum dos ancestrais “regressar” se pudesse sentir em casa. Na azáfama e no corrupio, típicos desta época festiva, o Dr. Fonseca, historiador famoso e amigo e convidado da família, detectou algo na sala que não era consonante com a prática ancestral. E, tal como D. Mafalda, a actual senhora da casa, pediu ao Dr. Fonseca que lhe revelasse de que se tratava, também o Emil nos pede que digamos qual terá sido o erro cometido naquela sala.

Na Prova nº 9 (Parte II) do Campeonato Nacional 2018 confrontamo-nos com Um Cadáver na Praia, original de Bimba, e com o interrogatório dirigido aos quatro suspeitos pela autoria do crime. Cinco amigos juntam-se para uma noite de copos. Um deles aparece morto, em resultado de uma pancada violenta na fronte, e os outros quatro são suspeitos: Luís, Paulo, Carlos e José. Qual deles teria agredido António, fatalmente?

A data limite para envio das propostas de solução é o último dia do mês, o dia 31 de Outubro, para um dos seguintes endereços: pessoa_luis@hotmail.com, lumagopessoa@gmail.com ou luispessoa@sapo.pt, por correio electrónico; Luís Pessoa, Estrada Militar, 23, 2125-109 Marinhais, por correio postal; ou por entrega em mão ao próprio Luís Pessoa, onde quer que o encontrem.

Taça de Portugal 2018

Restam apenas oito detectives concorrentes para disputar os quartos-de-final da Taça de Portugal 2018. O acesso às meias-finais desta competição irá depender das propostas de solução que forem apresentadas nos desafios da Prova nº 8 do Campeonato Nacional 2018O Anticristo e A Viagem de Verbatim, produzidos por X. Boavista e Zéfrey, respectivamente.

Quase todos os oito detectives já estão habituados a alcançar esta fase tão adiantada desta competição, pelo que antecipar qualquer resultado é pura lotaria, já que todos são favoritos para chegarem à final. Por isso, pergunta-se: quem seguirá em frente e quem ficará pelos quartos de final? Paulo (finalista em 2014) ou Inspector Boavida (vencedor em 2013)? Zé (vencedor em 2003/2004 e em 2008/2009) ou Búfalos Associados (actual detentor da Taça, mas também vencedor em 2005/2006)? Mister H (finalista em 2001/2002 e em 2011) ou Detective Jeremias (vencedora em 2011)?

Por fim, o quarto confronto coloca frente a frente X. Boavista, com um excelente desempenho nesta temporada e autor de um dos desafios da oitava prova, o que lhe poderá dar possivelmente alguma vantagem, e Daniel Falcão, o detective que venceu mais vezes a Taça de Portugal (sete vezes, sendo as mais recentes em três anos consecutivos, entre 2014 e 2016).

Quem irá chegar às meias-finais?

Policiarista do Ano 2018 e Ranking Público-Policiário 2018

Os oito detectives concorrentes que disputam os quartos-de-final da Taça de Portugal 2018 melhoraram o respectivo desempenho no troféu Policiarista do Ano 2018 e no Ranking Público-Policiário 2018.

Assim, os líderes do troféu Policiarista do Ano 2018 passaram de oito para seis, em resultado da eliminação de Ego e Inspector Aranha, os quais caíram para o 8º lugar (com 215 pontos). Em contrapartida, X. Boavista (223) e Paulo (212), ao ultrapassarem mais uma eliminatória, ascenderam ao 7º e 10º lugar, respectivamente. Por sua vez, Búfalos Associados, Daniel Falcão, Detective Jeremias, Inspector Boavida, Mister H e Zé continuam a partilhar o lugar cimeiro (com 225 pontos).

No top 10 do Ranking Público-Policiário 2018 apenas Mister H (de 6º para 5º) e Paulo (de 9º para 7º) subiram na tabela. Nos lugares cimeiros permanecem Búfalos Associados (com 337 pontos), Daniel Falcão (333) e Detective Jeremias e Inspector Boavida (329). Seguem-se Mister H (com 325 pontos), Inspector Aranha (317), Paulo (308), Ego (306), Karl Marques (299) e Inspector Moscardo (com 298 pontos).

Campeonato Nacional 2018 – Resultados da Prova nº 6

Após a Prova nº 6 do Campeonato Nacional 2018 já só resta uma dezena de detectives concorrentes com a totalidade dos pontos possíveis (72). Pelo facto de não terem obtido qualquer ponto especial, quatro destes detectives partilham o 7º lugar da competição: A. Raposo & Lena, Inspector Boavida, Karl Marques e Mister H. Os restantes seis detectives, como já pontuaram nas Melhores Soluções, aparecem nos seis primeiros lugares e entre estes estão Zé (4 pontos) no 6º lugar, Ego (6) no 5º lugar, e Inspector Aranha (18) no 4º lugar.

No topo da classificação, nos habitualmente designados lugares do pódio, estão Detective Jeremias (campeã nacional em 2017), Búfalos Associados (vencedor da Taça em 2017) e Daniel Falcão (vice-campeão nacional em 2017), todos eles também na liderança das Melhores Soluções com os mesmos 20 pontos. Para já, de modo a diferenciar este trio na classificação atual, é necessário tomar em consideração a alínea c) do ponto 7 do Regulamento do Campeonato Nacional e recorrer à diferença de vezes em que foi obtida a pontuação máxima dos pontos especiais, cuja vantagem coloca Detective Jeremias na liderança. Por sua vez, em ex-aequo no 2º lugar, por estarem empatados em todos os critérios de desempate, estão Búfalos Associados e Daniel Falcão.

Que surpresas nos trará os resultados da próxima prova? Quem, entre o trio da frente, se destacará nos pontos especiais? Será que Inspector Aranha, muito próximo, se irá intrometer entre eles? Ou será que vem aí mais uma daquelas “bombas” que poderá modificar totalmente este grupo da frente? Aguardemos os resultados da Prova nº 7 do Campeonato Nacional 2018.

Campeonato Nacional 2018 – Solução da Prova nº 7

Está desvendado o Crime Impossível, Prova nº 7 do Campeonato Nacional 2018 (Parte I), e O Ruby, Prova nº 7 do Campeonato Nacional 2018 (Parte II), originais de Rigor Mortis, assim como os casos apresentados nas seis provas anteriores.

O POLICIÁRIO NA IMPRENSA REGIONAL

Notícias sobre outras secções policiárias publicadas na imprensa regional.

Correio Policial entra no 8º ano de publicação

A secção publicada semanalmente no jornal Correio do Ribatejo, de Santarém, desde o dia 7 de Outubro de 2011, e orientada por Domingos Cabral, o “nosso” Inspector Aranha (d.cabral@sapo.pt, Rua Serpa Pinto 98, 2000-046 Santarém), inclui problemas policiários, contos policiais e muito mais. Na edição de 12 de Outubro recorda-se a entrada no oitavo ano da secção com a publicação de dois problemas – “A Morte Passou… e Entrou…” e “Um Assalto Quase Perfeito”, originais de Dr. Aranha e Paris, respectivamente – e do conto “Enterro à Meia Noite” de Cecil Hill.

ARQUIVO HISTÓRICO DA PROBLEMÍSTICA POLICIÁRIA PORTUGUESA

Recolha museológica da problemística policiária portuguesa, apresentada em Dezembro de 2004 e coordenada por Jartur Mamede.

Secção Policial – A Bomba

Se bem que a mais recente compilação de Jartur Mamede, alma mater do Arquivo Histórico da Problemística Policiária Portuguesa, nos tenha chegado no dia 11 de Setembro, apenas agora é possível disponibilizá-la no arquivo online.

Trata-se da Secção Policial, a cargo de Luíz R. Correia, cuja página de apresentação surgiu com o reaparecimento da revista A Bomba no dia 28 de Fevereiro de 1949. A secção viria a incluir apenas quatro problemas policiários, antes de se extinguir, com o desaparecimento da revista em Novembro deste mesmo ano. Três dos problemas publicados, embora assinados por L. R. C., tem como autor o coordenador da secção, sendo o quarto problema da autoria de um tal Visconde de Val’Amor, nada mais, nada menos, que um pseudónimo utilizado pelo mestre M. Constantino.

Arquivo M. Lima – Reportagens dos Convívios

Na passada sexta-feira, 13 de Julho, o CLUBE DE DETECTIVES apresentou uma nova área do Arquivo Histórico da Problemística Policiária Portuguesa online cujo objectivo é recordar (e divulgar) as reportagens dos convívios realizados pela Família Policiária, ao longo das últimas décadas, em vários locais espalhados pelo território nacional. Ao falar de convívios vem-nos logo à memória uma das figuras mais emblemáticas que percorria o país, do Minho ao Algarve, sempre de máquina fotográfica em acção, registando momentos que hoje são recordados com muita saudade e a quem decidimos dedicar este espaço. Referimo-nos, claro está, ao confrade M. Lima, que singelamente homenageamos designando este espaço como Arquivo M. Lima.

Graças a M. Lima, muitos dos policiaristas que participaram nesses convívios, como felizmente é o nosso caso, têm hoje nos seus álbuns fotográficos registos de momentos inolvidáveis e momentos que o tempo não apagou e, com certeza, não apagará.

Abrimos este arquivo com uma reportagem redigida pelo próprio M. Lima, na qual ficam bem patentes as dificuldades deste nosso Amigo, partilhadas por muitos outros ao longo do tempo, para conseguir estar presente no VII Convívio Policiário de Évora, realizado a 27 de Junho de 1982. Nesta reportagem recorda-se o que era, em muitos casos, viajar entre as cidades do Porto e de Évora, há quase quatro décadas.

Mas, tal como prometido, regressamos com uma nova reportagem redigida pela também inesquecível Pal, relativa ao Convívio Policiário de Abrantes, realizado no ano de 1979. Mais uma vez, temos oportunidade de lembrar como poderia ser uma curta viagem entre Lisboa e Abrantes, com as suas próprias aventuras e desventuras.

Em breve regressaremos com novas reportagens de convívios que marcaram a história do Policiário.

O POLICIÁRIO NA INTERNET

Blogues relacionados com policiário.

Policiarismo

Assim se apresenta o blogue Policiarismo: “O policiarismo tem em Portugal várias dezenas de atividade. Este é mais um espaço de memória”… e aqui vamos recordando muito do que se tem feito ao longo das últimas décadas. No passado dia 13 de Outubro foi recordado o correio da secção Velharias Policiárias, em que os orientadores respondiam às cartas dos concorrentes… e não só. Como é o caso de um pedido urgente de morada completa para envio de prémios, que… por acaso… me era dirigido na época em que assinava Jomasacuma (já passaram umas décadas).

Neste blogue é ainda possível acompanhar a inventariação de policiaristas, secções e publicações, na qual já estão recenseados mais de 6500 policiaristas, com um vasto conjunto de informação muito diversificada, assim como uma grande parte da actividade desenvolvida por várias secções.

Local do Crime

Depois de sete anos de interrupção o blogue Local do Crime regressou, como “caixa-de-ressonância da secção O Desafio dos Enigmas no espaço cibernético”… citando o Inspector Boavida, criador deste espaço.

Crime Público

E, claro está, aproveitando as palavras do Inspector Boavida, temos também o Crime Público como “caixa-de-ressonância” da secção Policiário.

TERTÚLIAS E CONVÍVIOS

Notícias sobre tertúlias e convívios.

XV Convívio da Tertúlia Policiária da Liberdade – Reportagem

Domingo, 20 de Maio, realizou-se o XV Convívio da Tertúlia Policiária da Liberdade, o qual decorreu no Restaurante Sabores de Sintra, em São Pedro de Sintra. Agora, disponibilizamos uma curta reportagem sobre este convívio no qual foram apresentados mais dois livrinhos, intitulados “O Caso (Sério) da Rua das Trinas” e “O Verdadeiro Borda de Água do Conto Curto para 2018”, e ainda o Certificado de Presença (muito especial).

TPCCS – Tertúlia Policiária, Charadística e Cruzadista SADINA

O confrade Abrótea, há muitos anos dedicado ao Policiário, Cruzadismo e Charadismo, apela a todos os confrades residentes na área de Setúbal para que, com ele, promovam a criação da Tertúlia Policiária, Charadística e Cruzadista SADINA (TPCCS), com o intuito de relançar o espírito tertuliano das décadas passadas. Para quem estiver interessado em colaborar, aqui fica o seu contacto: semumtusto1@gmail.com.

 

 

 

 

Um abraço e até breve

(7) A nossa sentida homenagem a SETE DE ESPADAS.

© DANIEL FALCÃO, 2000-2018