Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

 

Olá, Amigos!

Muito bom-dia… boa-tarde… ou boa-noite, conforme o momento do dia que tiverem para nos dedicar. (7)

ARQUIVO HISTÓRICO DA PROBLEMÍSTICA POLICIÁRIA PORTUGUESA

Recolha museológica da problemística policiária portuguesa, apresentada em Dezembro de 2004 e coordenada por Jartur Mamede.

Novidades

A parceria que o CLUBE DE DETECTIVES tem com o Arquivo Histórico da Problemística Policiária Portuguesa irá ganhar, ainda antes do final de 2017, uma nova vida. O tempo não tem estado do nosso lado, de modo a permitir-nos acompanhar e divulgar os conteúdos das brochuras que continuam a ser profusamente elaborados por Jartur Mamede.

É chegado o momento de regressar a essa divulgação, mas de acordo com um novo formato, não duplicando as laboriosas brochuras, mas propondo uma organização diferente, a qual esperamos venha a ser do agrado de quem nos visita, com maior ou menor frequência.

O que nos espera? Para já, o Arquivo Histórico da Problemística Policiária Portuguesa, aqui no CLUBE DE DETECTIVES, irá organizar a recolha de Jartur Mamede em quatro dimensões, todas elas interligadas, a saber: policiaristas, secções, competições e problemas. Cada uma destas dimensões estará organizada por ordem alfabética, o que irá permitir chegar a qualquer informação disponível, por um processo extremamente simples.

  O ponto de partida será o último trabalho de Jartur Mamede apresentado no dia em que se cumpria o 9º aniversário da despedida de uma policiarista muito especial, Sete de Espadas. Foi no dia 10 de Dezembro de 2008, como o tempo voa. Este trabalho compreende sete problemas selecionados entre a vasta produção de Sete de Espadas e é assim apresentado:

«Com sete problemas do grande, talentoso, inesquecível e saudoso ‘Sete de Espadas’, lembramos esta data, penosa, em que o corpo se imortalizou. Estarás sempre connosco, amigo ‘Sete de Espadas’.»

Jartur Mamede, 10 de Dezembro de 2017

Foi esta a forma que encontramos para, mais uma vez, mas nunca será suficiente, também homenagear esta figura ímpar do panorama policiário português. Por agora, concluímos com:

«Olá, Sete de Espadas!

Muito bom-dia… boa-tarde… ou boa-noite, conforme o momento do dia que tiveres para nos dedicar..»

 

O DESAFIO DOS ENIGMAS

Secção publicada no jornal Audiência Grande Porto, desde o dia 1 de Junho de 2016, coordenada por Salvador Santos (Inspector Boavida).

Novas iniciativas

A secção O DESAFIO DOS ENIGMAS, do jornal AUDIÊNCIA GP, tem neste momento em marcha duas novas iniciativas: 1) “Mãos à Escrita!” – um concurso de produção de enigmas policiários, aberto a todos os que se queiram “aventurar” na escrita deste género de ficção, sem temática definida, tendo apenas como condição o limite máximo da dimensão do enunciado (duas páginas A4, com o tipo de letra Times New Roman, corpo de letra 12 e espaçamento de 1,5 linhas); 2) “Solução à Vista!” – um torneio de decifração, composto pelos enigmas apresentados ao concurso supracitado, em que os participantes (também) classificam os produtores.

Concurso de Contos “Um Caso Policial em Gaia”

«Luís Pessoa, contista, ensaísta, produtor de enigmas, amante e divulgador da escrita policial, animador da secção Policiário da edição dominical do jornal Público, rubrica que mantém viva há mais de vinte e cinco anos, é o grande vencedor do Concurso de Contos “Um Caso Policial em Gaia”. Nos lugares seguintes, posicionaram-se os concorrentes Rigor Mortis, António Raposo e António Jesus de Serra Nunes, por esta ordem, com os contos “Cruzeiro no Rio Douro”, “O Roubo da Abelha Gaia” e “Assalto ao Banco”, respetivamente. Recordamos, entretanto, que o Júri distinguiu ainda com menções honrosas os concorrentes Madame Eclética e Daniel Gomes, com os contos “Uma Noite no Convento” e “Viagem de Teleférico”, respetivamente. No caso do grande vencedor, para além do respetivo troféu, conquistou também o direito à publicação do seu conto nas páginas do AUDIÊNCIA GP. E não sendo possível publicá-lo na íntegra, devido à sua extensão, vamos fazê-lo em seis partes, a partir desta edição.» (em Local do Crime, 1 de Novembro de 2017)

Torneio Policiário 2017 – Resultados Finais

Com a publicação da solução do Problema nº 8 do Torneio Policiário 2017, Um Copo de Leite Noturno, uma produção de Ma(r)ta Hari, e da divulgação dos respetivos resultados, chega ao final o primeiro torneio policiário organizado pela secção O Desafio dos Enigmas.

Assim, o Troféu Audiência GP, para o vencedor do torneio, será entregue a Detective Jeremias (111 pontos), seguindo-se Rigor Mortis, a vinte pontos de distância, que irá receber a Taça Sete de Espadas. Logo a seguir, ficaram Bernie Leceiro (Taça Dic Roland), Madame Eclética (Taça KO) e Detective Bossiak (Taça Rip Kirby). Foram ainda distinguidos com uma medalha de participação, Vimaranes, Inspector Mucaba, Ma(r)ta Hari, Haka Crimes e Zé de Mafamude.

 

PÚBLICO-POLICIÁRIO

Secção publicada todos os domingos no jornal Público, desde o dia 1 de Julho de 1992, coordenada por Luís Pessoa.

Taça de Portugal 2017 – Final

E os finalistas da Taça de Portugal 2017 são… Inspector Moscardo e Búfalos Associados.

Inspector Moscardo, após duas temporadas consecutivas como semi-finalista, eis que à terceira é de vez. Pela frente irá ter Búfalos Associados, cujo objetivo será repetir o feito alcançado em 2005/2006. Qual dos dois irá resistir ao último confronto da temporada? A chave para vencer está em O Último Beijo?, o problema do M(estre) Constantino, a prova de fogo da temporada.

Policiarista do Ano 2017 e Ranking Público-Policiário 2017

Conhecidos os finalistas da Taça de Portugal 2017, Búfalos Associados isola-se na liderança da classificação do Troféu Policiarista do Ano 2017 (com 290 pontoa), imediatamente seguido por Inspector Boavida (285), fechando o lugar do pódio Daniel Falcão e Inspector Moscardo (ambos com 272 pontos). A fechar o top-10 estão Inspector Aranha (264), Detective Jeremias, Karl Marques e Mister H (262), Rigor Mortis (259) e Paulo (258).

Já na classificação do Ranking Público-Policiário 2017, Daniel Falcão mantém a liderança (com 391 pontos), mas com Inspector Boavida (386) e Búfalos Associados (385) mais próximos. Seguem-se, depois, os sete concorrentes que encerram o top-10: Inspector Aranha (368), Inspector Moscardo (367), Mister H (362), Detective Jeremias (360), Karl Marques (357), Paulo (352) e Rigor Mortis (348).

Campeonato Nacional 2017 – Resultados da Prova nº 8

Já foram publicados no blogue Crime Público os resultados da Prova nº 8 do Campeonato Nacional 2017, ficando a faltar apenas duas provas para o apuramento do campeão nacional da presente época.

Após esta prova, o grupo da frente ficou reduzido em uma unidade, passando a ser formado por apenas quatro detectives concorrentes (com 95 pontos) apenas desempatados no critério relativo aos pontos especiais. Assim, na liderança continua Daniel Falcão, com 23 pontos nas Melhores Soluções, seguido de muito perto por Detective Jeremias (21) e por Mister H (3) e Karl Marques (sem qualquer ponto especial).

A apenas um ponto de distância, com 94 pontos, já só está Inspector Boavida (com 18 pontos nas Melhores Soluções) e Búfalos Associados (12). Dois pontos depois (com 92) aparecem Ego, Mercedes e Zázá.

Já nas classificações dos pontos especiais, na liderança das Melhores Soluções continua Daniel Falcão (23 pontos), seguindo-se Detective Jeremias (21) e Inspector Boavida (18). Nas Soluções mais Originais, Inspector Gigas continua na liderança (com 24 pontos), levando no seu encalço Deco (20) e Inspector Aranha (15).

Campeonato Nacional 2017 – Soluções da Prova nº 9

Já estão disponíveis as soluções da Prova nº 9, produções com a assinatura de Inspector Fidalgo, A Morte do Senhor Afonsinho e Festas de Aniversário... ou Não!, para além das soluções das provas anteriores.

 

TERTÚLIAS E CONVÍVIOS

Notícias sobre tertúlias e convívios.

XIV Convívio da Tertúlia Policiária da Liberdade

A Tertúlia Policiária da Liberdade realizou uma reunião, no passado dia 1 de Julho, para balanço do seu XIV Convívio e de toda a sua actividade em geral. Coincidindo a data com o 25º aniversário da secção “Público-Policiário”, a TPL não deixou de assinalar tão relevante acontecimento policiarista nem de brindar, com toda a justiça, ao confrade Luís Pessoa, o responsável daquela secção ao longo deste quarto de século.

TPCCS – Tertúlia Policiária, Charadística e Cruzadista SADINA

O confrade Abrótea, há muitos anos dedicado ao Policiário, Cruzadismo e Charadismo, apela a todos os confrades residentes na área de Setúbal para que, com ele, promovam a criação da Tertúlia Policiária, Charadística e Cruzadista SADINA (TPCCS), com o intuito de relançar o espírito tertuliano das décadas passadas. Para quem estiver interessado em colaborar, aqui fica o seu contacto: semumtusto1@gmail.com.

 

O POLICIÁRIO NA IMPRENSA REGIONAL

Notícias sobre outras secções policiárias publicadas na imprensa regional.

Correio Policial

A secção publicada semanalmente no jornal Correio do Ribatejo, de Santarém, orientada por Domingos Cabral, o “nosso” Inspector Aranha (d.cabral@sapo.pt, Rua Serpa Pinto 98, 2000-046 Santarém), inclui problemas policiários, contos policiais e muito mais.

Atualmente está a ser publicado uma série de trabalhos inserido no Ciclo Manuel Constantino, com destaque para o problema “O Mistério do Bode Assassinado”.

 

O POLICIÁRIO NA INTERNET

Blogues relacionados com policiário.

Policiarismo

Assim se apresenta o blogue Policiarismo: “O policiarismo tem em Portugal várias dezenas de atividade. Este é mais um espaço de memória”… e aqui vamos recordando muito do que se tem feito ao longo das últimas décadas. No passado dia 11 de Dezembro foi recordada alguma da troca de correspondência, na rubrica Correio-Detective  de 12 de Setembro de 1957, entre Mister…Ioso e os concorrentes que participavam na secção Quem Foi?

Neste blogue é ainda possível acompanhar a inventariação de policiaristas, secções e publicações, na qual já estão recenseados mais de 6500 policiaristas, com um vasto conjunto de informação muito diversificada, assim como uma grande parte da actividade desenvolvida por várias secções.

Local do Crime

Depois de sete anos de interrupção o blogue Local do Crime regressou, como “caixa-de-ressonância da secção O Desafio dos Enigmas no espaço cibernético”… citando o Inspector Boavida, criador deste espaço.

Crime Público

E, claro está, aproveitando as palavras do Inspector Boavida, temos também o Crime Público como “caixa-de-ressonância” da secção Policiário.

 

PUBLICAÇÕES

Divulgação das publicações do CLUBE DE DETECTIVES.

E-Books CLUBE DE DETECTIVES

Enquanto se preparam os futuros e-Books, eis os que estão disponíveis: Campeonato Nacional e Taça de Portugal 2015, Campeonato Nacional e Taça de Portugal 2014, Campeonato Nacional e Taça de Portugal 2013, Campeonato Nacional e Taça de Portugal 2011, competições promovidas pela secção Público-Policiário, e Torneio Domingos Cabral, promovido pela secção Mundo dos Passatempos.

 

 

 

 

Um abraço e até breve

(7) A nossa sentida homenagem a SETE DE ESPADAS.

© DANIEL FALCÃO, 2000-2017