Quinta-feira, 22 de Setembro de 2016

 

Olá, Amigos!

Muito bom-dia… boa-tarde… ou boa-noite, conforme o momento do dia que tiverem para nos dedicar. (7)

PÚBLICO-POLICIÁRIO

Secção publicada todos os domingos no jornal Público, desde o dia 1 de Julho de 1992, coordenada por Luís Pessoa.

Campeonato Nacional 2016 – Resultados da Prova nº 6 (correção classificativa)

Acabamos de ser confrontados, no blogue Crime Público, com um alerta da Detective Jeremias para o facto de lhe ter sido atribuído 2 pontos na segunda parte da prova nº 5, quando na realidade não fora apontada a alínea certa. Esta correção assume especial relevância pelo facto de o alerta ter sido comunicado pela própria beneficiada, o que é demonstrativo da importância que a verdade e a honestidade assume no seio da nossa família policiária. Daí partilharmos as palavras de Luís Pessoa, quando refere que “sentimos verdadeiro orgulho e reconhecimento por podermos partilhar este nosso passatempo com pessoas capazes de gestos comos este”.

E, por agora, feita a correção classificativa, na passagem para a segunda parte da temporada 2016 já são apenas 16 os detectives concorrentes que conquistaram a totalidade dos pontos em disputa (72 pontos) e que, por esta razão, ocupam os lugares cimeiros da classificação do Campeonato Nacional 2016. Imediatamente a seguir a este grupo aparece um outro, também reduzido a apenas 8 detectives, liderado por Detective Jeremias e Paulo graças aos pontos especiais conquistados nas melhores soluções (18 e 1 ponto, respectivamente), com apenas um ponto perdido. Por fim, já com dois pontos perdidos nas duas primeiras provas, aparece uma lista de 32 concorrentes.

No topo da classificação, separados por apenas três pontos especiais relativos às melhores soluções, encontramos Daniel Falcão (23 pontos nas melhores soluções), Inspector Aranha (21) e Zé (20). Agora, a anteceder a lista de concorrentes totalistas que partilham a 7ª posição, sem qualquer ponto especial, Verbatim (4 pontos nas melhores soluções) leva uma ligeira vantagem sobre Búfalos Associados (2) e este sobre Mister H (1).

Será que esta luta a três continuará nas próximas provas ou será que a classificação ainda irá sofrer grandes mexidas, como já aconteceu em temporadas anteriores? Fiquemos, para já, a aguardar os resultados da próxima prova.

Policiarista do Ano e Ranking-Policiário 2016

Com a divulgação dos resultados da Prova nº 6 do Campeonato Nacional 2016, torna-se possível actualizar as classificações do Troféu Policiarista do Ano 2016 e do Ranking Público-Policiário 2016.

No Troféu Policiarista do Ano 2016 o grupo de líderes é composto por apenas 13 detectives com 204 pontos conquistados (A. Raposo & Lena, Bernie Leceiro, Búfalos Associados, Daniel Falcão, Inspector Aranha, Inspector Boavida, Inspector Moscardo, Inspector Sonntag, Mister H, Rigor Mortis, Ritalina, Verbatim e Zé), seguindo-se, muito próximos, Detective Jeremias e Paulo (com 202 pontos) e Ariam Semog (198).

Por seu lado, no Ranking Público-Policiário 2016, depois das alterações ocorridas após a divulgação dos Oitavos de Final da Taça de Portugal 2016, o top-10 continua com Daniel Falcão (319 pontos) na liderança, partilhando os lugares do pódio com Detective Jeremias e Inspector Boavida (311), seguindo-se Inspector Aranha (305), Búfalos Associados (301), Mister H, Paulo e Verbatim (300), Zé (298) e A. Raposo & Lena (297).

Taça de Portugal 2016 – Oitavos de Final

Com a divulgação dos confrontos dos Oitavos de Final da Taça de Portugal 2016 reduzem-se para apenas 16 os detectives que podem lutar pela vitória nesta competição. Como seria inevitável nesta fase, alguns dos confrontos colocam, frente a frente, os principais candidatos à vitória final. Entre estes confrontos destacamos os que opõem concorrentes do top-10 do Ranking Público-Policiário 2016: Detective Jeremias (2º) – Búfalos Associados (5º), Inspector Aranha (4º) – Inspector Boavida (3º), Mister H – Verbatim (partilham o 6º lugar) e Zé (9º) – A. Raposo & Lena (10º).

A partir deste momento, os quartos-de-final estarão ao alcance dos detectives que apresentaram uma melhor solução no confronto directo com o seu adversário, no que concerne à Prova nº 7 do Campeonato Nacional.

Campeonato Nacional 2016 – Prova nº 8

Na Prova nº 8 do Campeonato Nacional 2016 (Parte I), O Assalto, produção de Vivianne Luna, é lançada a questão “Vítima ou Inocente?”, num desafio em que os detectivessão convocados para dar uma ajuda ao polícia que está duvidoso sobre a intervenção de Alborico na cena de um crime, que terminou em banho de sangue”.

Já na Prova nº 8 (Parte II), a mais recente produção de Verbatim seguimos Na Rota do Vinho, procurando saber qual dos foliões, naquela quinta-feira de Setembro de 2016, deu sumiço à boquilha de charutos de Simão Mata.

Em resultado dos atrasos na actualização de resultados, o envio das propostas de solução foi alargado para o dia 10 de Outubro, para um dos seguintes endereços: pessoa_luis@hotmail.com, luispessoa@sapo.pt ou lumagopessoa@gmail.com, por correio eletrónico; ou Luís Pessoa, Estrada Militar, 23, 2125-109 Marinhais, por correio postal.

Campeonato Nacional 2016 – Soluções da Prova nº 7

Estão disponíveis as soluções de A Morte de Bernardo do Soutinho, Prova nº 7 (Parte I) do Campeonato Nacional 2016, e de Bruxaria em Fase da Lua, Prova nº 7 (Parte II), originais de Paulo e Tuga Indomável, respectivamente. Estas soluções permitiram conhecer a identidade do assassino de Bernardo do Soutinho e determinar o país a que o emigrante assustado jamais voltará.

 

O POLICIÁRIO NA IMPRENSA REGIONAL

Notícias sobre secções policiárias publicadas na imprensa regional.

O Desafio dos Enigmas

Secção publicada quinzenalmente no jornal Novo Audiência, de Vila Nova de Gaia, sob coordenação de Salvador Santos, conhecido no nosso meio por Inspector Boavida. Na edição do passado dia 1 de Agosto, foram apresentados os primeiros resultados e respectiva classificação, simultaneamente com um novo desafio, Um Álibi Irrefutável, e a solução de Quem é a Mulher de Quem se Fala?.

Correio Policial

Secção publicada semanalmente no jornal Correio do Ribatejo, de Santarém, e orientada por Domingos Cabral, o “nosso” Inspector Aranha (d.cabral@sapo.pt, Rua Serpa Pinto 98, 2000-046 Santarém), que inclui problemas policiários, contos policiais e muito mais. Na secção do passado dia 26 de Agosto, o destaque policiário vai para o problema “Magia com Camelos”, original de Verbatim. A mesma secção inclui ainda um texto sobre Psicologia do Crime, “A Escória do Crime, e a solução do problema “Tempicos e os Pastelinhos de Nata”.

 

TERTÚLIAS E CONVÍVIOS

Notícias sobre tertúlias e convívios.

XIII Convívio da Tertúlia Policiária da Liberdade

Sobre o XIII Convívio da Tertúlia Policiária da Liberdade aqui fica registada uma breve narrativa do confrade Nove:

«Decorreu, com muita alegria, o XIII Convívio levado a efeito pela Tertúlia Policiária da Liberdade no passado domingo, 29 de Maio, na Quinta do Rio, entre Azeitão e Sesimbra. O dia bonito, os campos verdes e, lá um pouco mais longe, a serra à vista, convocaram os presentes a uma amena e reconfortante cavaqueira. De tudo se falou, em ambiente de grande abertura e saudável discussão.O almoço foi uma delícia e, no fim, os confrades Maria Helena e A. Raposo lançaram umas quadras de Fernando Pessoa, mas com algumas lacunas para serem preenchidas pelos convivas. O objectivo era emular ou (imagine-se!) superar o autor original. Os vencedores, com grande brilho, foram os Búfalos Associados. Mas todos receberam prémios, constituídos por um livro e brochuras com o traço comum do bom humor.Desta vez o número de confrades não foi elevado. Contrariedades diversas impediram alguns de comparecer. Porém, já está em andamento a preparação do XIV Convívio

TPCCS – Tertúlia Policiária, Charadística e Cruzadista SADINA

O confrade Abrótea, há muitos anos dedicado ao Policiário, Cruzadismo e Charadismo, apela a todos os confrades residentes na área de Setúbal para que, com ele, promovam a criação da Tertúlia Policiária, Charadística e Cruzadista SADINA (TPCCS), com o intuito de relançar o espírito tertuliano das décadas passadas. Para quem estiver interessado em colaborar, aqui fica o seu contacto: semumtusto1@gmail.com.

Convívio Policiário em Sintra

Foi no dia 18 de Outubro que a Tertúlia Policiária da Liberdade organizou um Convívio de Outono, na Taverna dos Trovadores, em Sintra, no qual foi lançado um livro com os contos do Concurso de Contos Manuel Constantino e a Antologia de Contos Policiais, organizado por Domingos Cabral – Inspector Aranha.

 

ARQUIVO HISTÓRICO DA PROBLEMÍSTICA POLICIÁRIA PORTUGUESA

Recolha museológica da problemística policiária portuguesa, apresentada em Dezembro de 2004 e coordenada por Jartur Mamede.

III Torneio Nacional de Problemística Policiária

Desde a passada sexta-feira, dia 13, que Jartur Mamede está a apresentar mais um fruto do seu incansável trabalho de recolha da problemística policiária portuguesa. Desta vez, ressuscitou o III Torneio Nacional de Problemística Policiária  com a apresentação do 1º problema da 1ª eliminatória, “O Caso do Colar Desaparecido”, original de Bia Sotam. Entretanto, também já foi apresentada a solução deste problema e a relação dos problemas apurados para o torneio.

Para já, antes de integrar estes problemas na já longa lista de problemas policiários que o CLUBE DE DETECTIVES disponibiliza, iremos levar até aos detectives os originais deste extraordinário trabalho de Jartur Mamede em prol do Arquivo Histórico da Problemística Policiária Portuguesa.

 

PUBLICAÇÕES

Divulgação das publicações do CLUBE DE DETECTIVES.

E-Books CLUBE DE DETECTIVES

Enquanto se preparam os futuros e-Books, eis os que estão disponíveis: Campeonato Nacional e Taça de Portugal 2015, Campeonato Nacional e Taça de Portugal 2014, Campeonato Nacional e Taça de Portugal 2013, Campeonato Nacional e Taça de Portugal 2011, competições promovidas pela secção Público-Policiário, e Torneio Domingos Cabral, promovido pela secção Mundo dos Passatempos.

 

 

 

 

 

Um abraço e até breve

(7) A nossa sentida homenagem a SETE DE ESPADAS.

© DANIEL FALCÃO, 2000-2016